CLASSIFICADO NO SUB-20!!

31/8/2019

(31 de agosto de 2019)- Mesmo com a derrota(2 a 0) para o Guarani neste sábado, em Morungaba, o São Caetano garantiu pelo segundo ano consecutivo classificação à terceira fase do Campeonato Paulista Sub-20.

O Azulinho avançou na competição em segundo lugar no Grupo 11, com sete pontos conquistados igual ao Bugre, porém, com vantagem nos nos critérios de desempate.

Agora integrante da Chave 15, o time dirigido por Fahel Junior terá como adversários na próxima fase as equipes da Ferroviária, Red Bull Brasil e EC São Bernardo.

Escalação inicial: Arthur; Lucas Saturnino, Vitão, Gabriel Lopes e Keffel; Douglas, Índio e Gabriel Rato; Marcus Vinicius, Ronaldo e Rafael Menezes
Técnico: Fahel Junior

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Azulão inicia bem segunda fase da Copa Paulista e vence Desportivo Brasil em Porto Feliz

30/8/2019

São Caetano definiu resultado positivo com gols na primeira etapa

(30 de agosto de 2019) – O início da participação do São Caetano, na segunda fase da Copa Paulista, não poderia ser melhor. Assim, o Azulão surpreendeu o Desportivo Brasil nesta sexta-feira e venceu por 2 a 0, em Porto Feliz.

Resultado que garantiu os três primeiros pontos para o time dirigido por Marcelo Vilar no Grupo 8. Chave essa que o Pequeno Gigante divide também com Linense e Rio Claro.

Os gols

No dia em que Esley se isolou na condição de 10º jogador com mais partidas pelo clube do ABC, agora com 162 exibições e ultrapassando o zagueiro Gustavo, Gleyson foi o responsável por inaugurar o placar.

Aos 29 minutos do primeiro tempo, Max aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou na trave. Atento ao lance, o goleador máximo da competição pegou o rebote e bateu firme para balançar a rede rival pela oitava vez na disputa.

Não satisfeito, o Azulão ampliou aos 44 do primeiro tempo. Após cruzamento da direita feito por Alex Reinaldo, Edson, zagueiro do Desportivo Brasil, desviou contra a própria meta para definir desta forma a vitória caetanista por 2 a 0.

Análise

“Começar fora de casa com o resultado positivo é muito importante. Mas temos consciência que é apenas o início da competição. O São Caetano foi um time lúcido que atuou o jogo todo bem posicionado, confiando na sua capacidade e utilizando da experiência dos seus jogadores. Acredito que esses foram os pontos fortes em nossa vitória”, avaliou o técnico Marcelo Vilar ao término do confronto.

Sequência

O próximo compromisso do Azulão na Copa Paulista será na quarta-feira (4), diante do Linense. Em partida que será realizada no Anacleto Campanella, às 20h.

Ficha técnica

Local: Estádio Municipal Ernesto Rocco, em Porto Feliz;

Árbitro: Thiago Luís Scarascati;

Auxiliares: Rafael Tadeu Alves de Souza e Fausto Augusto Viana Moretti;

São Caetano: Tom; Alex Reinaldo (Anderson Luís), Junior Alves, Max e Bruno Recife; Esley, Régis e Emerson Santos (Cerezo); Jean Dias, Alvinho (Jefferson Maranhão) e Gleyson

Técnico: Marcelo Vilar

Desportivo Brasil: Arthur; Wesley (Shuai Ma), Edson, Klaidner e Wellington; Vinicius (Diogo), Alex, João Gabriel e Lucas; Jhonathan (Andrei) e Marcelo

Técnico: Elio Sizenando

Gols: Gleyson, aos 29’ do 1º e Edson, aos 44’ do 1º (gol contra) (São Caetano)

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Em estreia na segunda fase, Azulão visita o Desportivo Brasil nesta sexta-feira

29/8/2019

São Caetano busca os três pontos para começar bem nova etapa da Copa Paulista

(29 de agosto de 2019) -Após terminar a primeira fase da Copa Paulista na liderança do seu Grupo, o São Caetano se prepara agora para estrear em nova etapa da disputa. Esta que inicia na sexta-feira (30), quando o Azulão enfrenta o Desportivo Brasil, às 15h, no estádio Municipal Ernesto Rocco.

Na disputa pelo título que garante ao campeão vaga na próxima Série D do Brasileiro, o Pequeno Gigante precisará superar os times do Rio Claro e Linense, além do já citado clube de Porto Feliz, por este objetivo.

Ciente dos desafios que estarão no caminho azulino, o técnico Marcelo Vilar destacou a postura que a agremiação do ABC precisará apresentar nas partidas seguintes.

“Os times classificados possuem mérito para avançar na competição. Isso nos faz acreditar que teremos de lidar com um nível mais elevado em relação a fase passada, quando tivemos excelentes momentos. Contudo, reconhecemos também que caímos de rendimento nas últimas três rodadas. Então é preciso retomar a produção apresentada no início da Copa Paulista”, afirmou.

Já especificamente sobre o Desportivo Brasil, Vilar ressaltou as qualidades do rival que exigem total atenção no embate desta sexta-feira.

“Time jovem, assim como a maioria dos adversários que enfrentamos nesta Copa Paulista. Nosso elenco é experiente e possui uma forma de jogar. Desta maneira precisamos nos adaptar a juventude dos rivais, pois imprimem grande correria no jogo. O Desportivo atua assim também e nós precisamos saber conter esse ímpeto para conseguir bom resultado”, analisou o técnico do Azulão que não conta com desfalques por suspensão.

Retrospecto

São Caetano e Desportivo Brasil se enfrentaram apenas em duas ocasiões por competições oficiais. Ambas na Copa Paulista de 2017, quando cada equipe saiu vitoriosa de campo em uma oportunidade.

No último duelo realizado em Porto Feliz, o Pequeno Gigante levou a melhor e venceu por 3 a 2. Carlão, Magrão e Régis fizeram os gols do conjunto azulino.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

NA HISTÓRIA! Se entrar em campo na sexta-feira, Esley se torna o 10º jogador com mais partidas pelo São Caetano

28/8/2019

(28 de agosto de 2019) – Jogador do São Caetano desde 2014, Esley caminha a passos largos para cravar cada vez mais o seu nome na história do clube. Algo que se constata pelo número de partidas realizadas pelo jogador desde que chegou ao Anacleto Campanella.

Se entrar em campo nesta sexta-feira, diante do Desportivo Brasil, o volante irá se isolar na condição de 10° atleta que mais vezes vestiu a camisa da agremiação, com 162 jogos. Deixando para trás o zagueiro Gustavo, campeão paulista em 2004 pelo Pequeno Gigante.

Diante desta importante marca que pode ser alcançada em Porto Feliz, o meio-campista se diz lisonjeado.

“A gente fica feliz por fazer mais uma vez parte da história do clube. Sei da importância de estar sempre jogando. Mas é muito mais importante a gente não só passar pelo clube e sim fazer história também. Isso me deixa muito contente”, contou.

Ficar marcado por conquistas, essa é a principal meta de Esley no São Caetano. Desta maneira o volante ressaltou os próximos planos no Azulão.

“Busco sempre conquistar algo pelo clube.  Como aconteceu em 2017, última vez que isso foi possível com o título e o acesso da Série 2”, disse antes de completar sobre a Copa Paulista.  “É um título que o clube ainda não tem. Então vamos lutar com todas as forças para conquistar esse troféu. O São Caetano merece brigar sempre pelos campeonatos que participa”, opinou.

NOVO CAMPEONATO

Sexta-feira o Azulão visita o Desportivo Brasil em Porto Feliz. Frente ao desafio de iniciar bem a segunda fase da Copa Paulista, Esley ainda enfatizou o aprendizado tido na temporada passada visando melhores resultados este ano.

“Será uma segunda fase mais difícil do que a primeira. Nós temos a experiência do ano passado quando começamos bem, mas não tivemos o mesmo bom futebol na segunda parte do campeonato. Com esse aprendizado queremos continuar fazendo bons jogos e chegar na final, que é muito importante para o clube”, concluiu.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Focado na segunda fase, Marcelo Vilar analisa próximos desafios do Azulão na Copa Paulista

27/8/2019

São Caetano visita o Desportivo Brasil nesta sexta-feira 

(27 de agosto de 2019) – Líder na primeira fase, o São Caetano agora se prepara para novos desafios na Copa Paulista. Estes que iniciam já nesta sexta-feira, quando o Azulão visita o Desportivo Brasil, em Porto Feliz.

Pensando nesta próxima etapa do campeonato, o técnico Marcelo Vilar falou sobre expectativa e obstáculos que precisam ser superados nas partidas seguintes da disputa.

“É outro campeonato. Nunca espero por jogo fácil, pelo contrário. Sei das dificuldades. Temos um time experiente e estamos cometendo erros que não deveriam ser cometidos. Precisamos ser mais efetivos nas finalizações para moldar uma forma vencedora de jogar”, analisou.

Até agora a melhor participação do Pequeno Gigante na Copa Paulista aconteceu em 2016. Ano em que o Azulão chegou na semifinal do campeonato, quando foi eliminado nos pênaltis para a Ferroviária.

Com o objetivo de superar essa campanha e buscar o título, Marcelo Vilar também ressaltou a postura que os seus comandados precisam adotar para alcançar tal feito.

“Nesta Copa Paulista os jogadores querem aparecer. Então precisamos incorporar o espírito da competição, ser um time guerreiro. Independente do adversário, o jogo será complicado. Não devemos nos empolgar demais com as vitórias e nem se abater quando elas não acontecem. Precisamos ter consciência do que somos capazes e procurar melhorar. Muitas vezes não é ser melhor do que o adversário, mas sim ser melhor do que no jogo anterior. Isso é o que procuramos fazer”, explicou.

Grupo 8

Além do Desportivo Brasil, o São Caetano terá como adversários nesta segunda fase da Copa Paulista os times do Linense e Rio Claro.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

São Caetano busca empate com EC São Bernardo e garante liderança no Grupo 4

24/8/2019

Na próxima fase da Copa Paulista o Azulão irá enfrentar Rio Claro, Linense e Desportivo Brasil

(24 de agosto de 2019) – Pela última rodada da primeira fase do Copa Paulista, São Caetano e EC São Bernardo se enfrentaram neste sábado, no Anacleto Campanella. Ao término da partida empate em 1 a 1, resultado que assegurou ao Azulão a liderança do Grupo 4, com 20 pontos conquistados.

OS GOLS

O Cachorrão abriu o placar aos 47 minutos do primeiro tempo. Vinicius Barba cobrou falta, a bola desviou na barreira e terminou no fundo das redes para colocar o time visitante na frente.

Já o empate do Azulão aconteceu aos 27 da etapa final. Após cobrança de escanteio feita por Bruno Recife, Max testou firme para marcar o seu primeiro gol pelo Pequeno Gigante e deixar tudo igual.

ANÁLISE

“O jogo foi como esperado, bastante difícil. Mas precisamos valorizar também a postura do São Bernardo, time jovem que ofereceu bastante resistência”, disse o técnico Marcelo Vilar antes de completar. “Agora chega a segunda fase e vamos continuar neste processo de conhecimento do grupo, pois desta forma iremos conseguir os resultados que desejamos”, concluiu.

2ª FASE

Classificado na condição de líder do Grupo 4, o Azulão terá como adversários na segunda etapa do campeonato as equipes do Rio Claro, Linense e Desportivo Brasil. Datas e horários das partidas seguintes serão divulgadas ao longo da semana, após conselho arbitral realizado na Federação Paulista de Futebol.

Ficha técnica:

Local: Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul;

Árbitro: Salim Fende Chavez

Auxiliares: Ricardo Pavanelli Lanutto e Ricardo Luis Buzzi

Público: 289

Renda: R$ 1.980, 00

São Caetano: Tom; Alex Reinaldo, Sandoval, Max e Bruno Recife; Esley, Régis e Ferreira (Ermínio); Chumbinho (Emerson Santos), Alvinho (Jefferson Maranhão) e Gleyson

Técnico: Marcelo Vilar

EC São Bernardo: Junior Souza; Gustavo Ota (Messias), Gabriel Carnan, Marcelo e Carlinhos; Mariano, Gabriel Souza, Francisco Alex (Vinicius Machado) e Giovanni Pavani; Vinicius Barba e Jhonny(Giovanny)

Técnico: Renato Peixe

Gols: Vinicius Barba, aos 47’ do 1º (EC São Bernardo); Max, aos 27’ do 2º (São Caetano)

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Para assegurar liderança, Azulão mira vitória diante do EC São Bernardo

23/8/2019

Equipes se enfrentam neste sábado, no Anacleto Campanella, pela última rodada da primeira fase da Copa Paulista

(23 de agosto de 2019) – Em busca da recuperação na Copa Paulista após sofrer tropeços nas duas últimas partidas, o São Caetano deseja reencontrar o caminho das vitórias diante do EC São Bernardo, neste sábado, às 15h, no Anacleto Campanella. Em confronto válido pela rodada final da primeira fase.

Na liderança do Grupo 4, com 19 pontos conquistados, o Azulão precisa ganhar o próximo compromisso para garantir essa condição sem depender de outros resultados.

Por esse objetivo, o meia-atacante Jefferson Maranhão destacou a importância de vencer o Cachorrão no fim de semana.

“A vitória pode trazer confiança renovada para começarmos a bem a segunda fase. Todo mundo que enfrenta o São Caetano tenta fazer grandes jogos. O São Bernardo foi uma das equipes que mais nos deu trabalho, pois possui bom time. Com certeza será uma grande partida. Vamos buscar a primeira colocação, enquanto eles também irão lutar por melhor posição”, opinou o atleta.

Já o treinador Marcelo Vilar ressaltou a qualidade do adversário e analisou a forma que os seus comandados precisam atuar no fim de semana pela conquista do resultado positivo.

“Eles possuem jogadores técnicos, porém jogam fechados e com transição rápida. Isso dificulta bastante. Mas esperamos jogar melhor do que contra o Santo André para conseguir a vitória”, contou Marcelo Vilar, que não possui desfalque por suspensão para escalar o Pequeno Gigante.

Retrospecto

São Caetano e EC São Bernardo já se enfrentaram em três oportunidades por competições oficiais. Vantagem do Azulão que venceu dois destes duelos, enquanto um empate completa este retrospecto.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

BEM-VINDO, DOUGLAS PIRES

22/8/2019

Goleiro com passagem de destaque pelo Bahia reforça o Azulão

(22 de agosto de 2019) – Já pensando nas próximas competições, o São Caetano oficializou nesta quinta-feira mais um reforço. Trata-se do goleiro Douglas Pires, que assinou com o Azulão até novembro de 2020.

Fruto da base do Cruzeiro (MG), o novo arqueiro azulino defendeu por empréstimo o Benfica. Em

Portugal foi profissionalizado e atuou ao lado de estrelas como David Luiz, Aimar e Ángel Di María.

De volta ao Brasil, defendeu o Bahia por quatro temporadas. Na sequência da carreira ainda jogou por Fortaleza e Juazeirense, sendo esse o seu último clube antes de chegar ao Anacleto Campanella.

Agora no Pequeno Gigante, Douglas falou sobre a expectativa de atuar com a camisa do campeão paulista de 2004.  

“Defendo um clube com nome, de história linda. Fico muito feliz de defender a camisa do São Caetano. Quero superar as expectativas do torcedor, assim como a aposta feita pela diretoria no meu futebol”, contou o arqueiro, que também possui passagem pela Seleção Brasileira de base.

Características

Em relação ao seu estilo de jogo, o novo goleiro do São Caetano ressaltou características que podem agregar bastante qualidade ao Pequeno Gigante.

“Apesar de alto(1,94cm), tenho agilidade. O meu diferencial é que sou muito rápido, com bom reflexo. Tenho também qualidade para jogar com os pés. Algo que muitos treinadores gostam, pois é um estilo de goleiro que joga pouco mais adiantado com passe de qualidade”, explicou.

O São Caetano conta atualmente com quatro opções para a meta. Além de Douglas Pires, Luiz Daniel, Tom e Douglas completam o leque de alternativas da equipe caetanista.

Ficha técnica:

Douglas Pires

Nome completo: Douglas Moreira Pires

Data de nascimento: 30/1/1991

Natural de: Jataí (GO)

Principais clubes: Cruzeiro (MG), Benfica (Portugal), Fortaleza, Bahia e Juazeirense

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Prata da casa, Gabriel Rato realiza sonho de família e estreia como profissional

20/8/2019

Meia participou do segundo tempo disputado contra o Santo André

(20 de agosto de 2019) – O último resultado na Copa Paulista, quando o São Caetano perdeu (1 a 0) para o Santo André, passou longe do idealizado pelo grupo azulino. No entanto, esse Derby passado também possui sua importância, e será sempre lembrado para um dos comandados do técnico Marcelo Vilar.

Este é o caso do meia Gabriel Rato. Prata da casa, o meio-campista entrou na partida durante o segundo tempo e fez no Bruno José Daniel o primeiro jogo como profissional.

Diante deste momento de grande relevância para a carreira, o jovem de 19 anos falou sobre a emoção que teve ao debutar pelo time principal do Pequeno Gigante.

“Fiquei muito feliz. Esse era o sonho que o meu pai sempre teve para mim. A vitória não veio. Mas fico muito contente por estrear no profissional e vestir a camisa do São Caetano, que é o time pelo qual torço”, afirmou.

Antes de chegar ao elenco principal do São Caetano, o prata da casa se destacou no Sub-20 do clube. Pela equipe de juniores contribuiu pela classificação à segunda fase do Campeonato Paulista deste ano.

Próximos planos

Permanecer entre as principais escolhas do treinador do Azulão. Esta é a meta inicial de Gabriel Rato para a sequência da Copa Paulista, porém, para isso, o meia ressaltou todo o empenho necessário para alcançar tal condição.

“Agora é preciso aprimorar e buscar o meu espaço no grupo. Quero jogar mais. Vou trabalhar para evoluir e procurar atuar na próxima partida contra o Esporte Clube São Bernardo”, idealizou o jovem.

Pela rodada seguinte da Copa Paulista, Azulão e Cachorrão se enfrentam no sábado (24). Confronto que acontece no Anacleto Campanella, às 15h.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Pela Copa Paulista, São Caetano perde para Santo André

18/8/2019

(18 de agosto de 2019) – São Caetano e Santo André se enfrentaram neste domingo, no Bruno José Daniel, pela penúltima rodada da primeira fase da Copa Paulista. Ao término da partida, o time andreense levou a melhor e venceu por 1 a 0.

O gol

A equipe dona da casa definiu a vitória aos 27 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de falta de Eliandro, Dênis Germano se antecipou à defesa e finalizou para o fundo da rede.

Sequência

Já classificado e na liderança do Grupo 4, com 19 pontos conquistados, o Azulão encerra sua participação na primeira fase do campeonato no sábado(24). Oportunidade em que enfrenta o EC São Bernardo, às 15h, no Anacleto Campanella.

Ficha técnica:

Local: Bruno José Daniel, em Santo André;

Árbitro: Ilbert Estevam da Silva

Auxiliares: Paulo Cesar Modesto e Rodrigo Meirelles Bernardo

Santo André:  Luís Augusto; Dênis Germano, Rafael Leme, Gean e Eliandro; Wesley Pereira (Magno), Jhonson, Matheus Santiago e Alex Nagib; Will (Matheus Soares) e Vitor Pereira (Victor Sapo)

Técnico: José Carlos Palhavan

São Caetano: Tom; Alex Reinaldo (Ferreira), Sandoval, Max e Bruno Recife; Índio (Gabriel Rato), Cerezo e Chumbinho; Jefferson Maranhão (Ermínio), Alvinho e Gleyson

Técnico: Marcelo Vilar

Gol: Dênis Germano, aos 27’ do 1º (Santo André)

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove