30/9/2019

Meio-campista também projetou próximo compromisso na Copa Paulista diante do Santo André

(30 de setembro de 2019) – Contratado pelo São Caetano após se destacar no Ferroviário (CE), onde foi comandado por Marcelo Vilar, Mazinho estreou pelo Pequeno Gigante contra o Mirassol na rodada passada da Copa Paulista.

Titular na oportunidade, o volante demonstrou que se adaptou rápido ao novo clube e foi um dos destaques do time azulino.

Com base na exibição tida no José Maria de Campos Maia, Mazinho analisou como foram os momentos iniciais vestindo a camisa azulina.

“Depois de 15 dias sem participar de um jogo completo, pensei que não iria aguentar os dois tempos. Mas graças a Deus consegui. Já sobre o jogo acredito tivemos boa atuação, pois somamos um ponto muito importante fora de casa”, avaliou.

O próximo compromisso do São Caetano, na Copa Paulista, será na quarta-feira. Dia que o Azulão enfrenta o Santo André, às 20h, no Anacleto Campanella.

Já pensando neste embate, Mazinho convocou o torcedor para comparecer e incentivar o Azulão em mais uma decisão.

“Em nosso estádio, precisamos ir sempre em busca da vitória para poder passar de fase. Conto com a presença do torcedor para nos apoiar e assim buscar um resultado importante na quarta-feira”, afirmou o meio-campista.

EQUILÍBRIO 

O duelo deste meio de semana será o terceiro entre São Caetano e Santo André pela Copa Paulista deste ano. Até agora, cada equipe possui uma vitória.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Azulão estreia com empate na terceira fase da Copa Paulista

29/9/2019

Resultado interrompeu sequência de vitórias do Mirassol, que havia ganho os últimos seis jogos na competição

(29 de setembro de 2019) – Pela abertura da terceira fase da Copa Paulista, São Caetano e Mirassol se enfrentaram neste domingo, no José Maria de Campos Maia.

Ao final da partida, empate em 0 a 0. Resultado que garantiu também o primeiro ponto ao time azulino nesta nova etapa da competição.

Confronto movimentado

Em partida repleta de oportunidades para os dois lados, o Azulão chegou perto de marcar em dois momentos com Gleyson. Na etapa inicial o centroavante se antecipou ao defensor e mergulhou para cabecear ao lado do gol, enquanto na parte final do duelo o atacante exigiu bela defesa do goleiro em finalização de dentro da área.

Já o Leão foi quem mais perto chegou de inaugurar o placar no segundo tempo. Período do jogo em que contou com vantagem numérica, em boa  parte dos minutos, após a expulsão de Esley.

Mesmo assim, o São Caetano assegurou a igualdade no placar com intervenções importantes de Tom e um pouco de sorte. Afinal, o time mandante acertou a trave caetanista em três oportunidades.

Análise

“Empate fora de casa pode ser considerado bom resultado. Principalmente pelas circunstâncias do jogo. Sabíamos que iríamos enfrentar uma equipe forte, que está fazendo campanha muito boa. Foi 100% na fase anterior, estava jogando em casa e em horário que não estamos habituados. Entretanto, o nosso time soube conter o ímpeto do Mirassol e criou oportunidades. Esse grupo se mostrou capacitado, mesmo com um jogador a menos, e conseguiu levar um ponto para casa”, avaliou o técnico Marcelo Vilar.

Sequência

Na próxima rodada da Copa Paulista o São Caetano irá enfrentar o Santo André. Confronto que acontece na quarta-feira, às 20h, no Anacleto Campanella.

Ficha técnica:

Local: José Maria de Campos Maia, em Mirassol;

Árbitro: José de Araújo Ribeiro Junior;

Auxiliares: Luis Felipe Prado Silva e Rodrigo Meirelles Bernardo;

Mirassol: João Paulo; Weriton, Reniê, Victor e Reverson; Maicon, Neto Moura (Rafael Silva) e Juninho; Claudinho (Paulinho), Gabriel Taliari e Bruno Mota (Gabriel Leite)

Técnico: Ricardo Catalá

São Caetano: Tom; Anderson Luís (Lucas Mendes), Max, Júnior Alves e Bruno Recife; Esley, Mazinho e Emerson Santos; Jean Dias, Anderson Rosa (Clayton) e Gleyson(Sandoval)

Técnico: Marcelo Vilar

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Azulão encara Mirassol na abertura da terceira fase da Copa Paulista 28/9/2019

Confronto acontece neste domingo, na casa do Leão da Alta Araraquarense

(28 de setembro de 2019)- Líder nas duas etapas anteriores da Copa Paulista, o São Caetano estreia na terceira fase da competição neste domingo (29).

Oportunidade em que enfrenta o Mirassol, às 10h, no José Maria de Campos Maia.

Além do Leão, o Pequeno Gigante possui como adversários no Grupo 10 os times da Ferroviária e Santo André. Os dois clubes com melhor campanhas na Chave avançam ao mata-mata.

Fala, professor

Com o objetivo de garantir uma destas vagas, o técnico Marcelo Vilar destacou o empenho que a próxima partida exige visando a conquista de um bom resultado.

“Jogo dificílimo. A gente sabe que a equipe do Mirassol teve 100% de aproveitamento na segunda fase. Ninguém consegue isso por acaso, entretanto, pretendemos fazer um jogo de igual para igual lá. Assim como acreditamos que será o jogo da volta. Precisamos encarar todos os adversários com muita responsabilidade, pois essas duas vagas na fase seguinte serão muito disputadas”, afirmou o comandante azulino.

Para domingo, o Azulão possui um desfalque certo. Trata-se do volante Cerezo, que cumpre suspensão automática, após ter recebido o terceiro cartão amarelo diante do Desportivo Brasil.

Retrospecto

São Caetano e Mirassol possuem um histórico de confrontos bastante equilibrado, com pequena vantagem a favor da equipe caetanista. São 10 vitórias para o conjunto azulino contra oito triunfos do Leão; outros seis compromissos terminaram empatados por competições oficiais.

No último duelo realizado entre os adversários deste domingo, no José Maria de Campos Maia, vitória do Azulão. Em compromisso válido pela Copa Paulista de 2017, o São Caetano ganhou por 1 a 0.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Com passagem pelo Mirassol, Bruno Recife alerta para dificuldades do confronto de domingo

27/9/2019

Equipes se enfrentam pela rodada de abertura da terceira fase da Copa Paulista

(27 de setembro de 2019) – Domingo é dia de mais uma estreia para o São Caetano. Desta vez pela terceira fase da Copa Paulista, quando irá enfrentar o Mirassol em seus domínios.

Para encarar o Leão, o Pequeno Gigante conta em seu elenco com alguns nomes que já passaram pelo adversário. Entre esses estão Alex Reinaldo, Anderson Luís, Sandoval, Júnior Alves, Esley, Ermínio e Bruno Recife.

Um dos nomes mais experientes do conjunto dirigido por Marcelo Vilar e sabendo das dificuldades de atuar na casa do Mirassol, o lateral-esquerdo falou sobre os cuidados que o próximo confronto exige.

“O campeonato fica mais difícil a cada fase, pois ficaram apenas os melhores times. Nós observamos a evolução do Mirassol nos últimos jogos e, por isso, temos que ter alguns cuidados. Ter atenção nos detalhes para conseguirmos um bom resultado”, analisou.

São Caetano e Mirassol se enfrentam no domingo, às 10h, no Estádio José Maria de Campos Maia. Conhecedor das peculiaridades de atuar nos domínios do Leão da Alta Araraquarense, Bruno Recife alertou também para o horário que a partida será realizada.

“Um horário difícil de jogar. Que faz com que seja necessário mudar algumas coisas da nossa rotina. Precisamos descansar bem, afinal a região é muito quente. Será necessário superar essas dificuldades, porém, sei que a nossa equipe está preparada para isso”, afirmou o lateral-esquerdo.

Último encontro

Pelo Paulistão deste ano, o São Caetano venceu o Mirassol por 2 a 0. Em partida realizada no Anacleto Campanella, Vitinho fez os gols do Pequeno Gigante na oportunidade.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Em busca do primeiro gol, Clayton analisa início no Azulão

26/9/2019

Contratado após se destacar no Botafogo (PB), jogador também falou sobre o próximo confronto diante do Mirassol

(26 de setembro de 2019) -Um dos últimos reforços apresentados pelo São Caetano para a Copa Paulista, o meia-atacante Clayton aos poucos se adapta ao time dirigido por Marcelo Vilar. Condição que lhe permite sonhar com o primeiro gol pelo clube, algo que bateu na trave literalmente em seus minutos iniciais pela agremiação.

Nas partidas contra o Rio Claro (0 a 0) e Deportivo Brasil (1 a 0), o ex-jogador do Botafogo (PB) esteve muito próximo de marcar, mas a bola teimou em não entrar quando acertou o poste do rival nas duas oportunidades. Diante disso, o agora atleta azulino destacou a expectativa de fazer o primeiro gol pelo Pequeno Gigante.

“Até brinquei com os companheiros que essa trave está me prejudicando. Foram duas bolas no travessão. Mas não fico com isso na cabeça. Sempre procuro ajudar da melhor forma possível. Claro que é importante fazer gols, mas fico mais feliz se vencermos”, afirmou.

Já sobre o início no Anacleto Campanella, Clayton aprovou as exibições tidas até agora, entretanto, ressaltou também que pode oferecer muito mais para o conjunto azulino.

“Estou buscando a melhor forma ainda. Acredito que ao participar das partidas a parte física irá melhorar, pois estou pegando ritmo novamente”, contou o artilheiro do campeonato paraibano deste ano.

Mirassol

Neste fim de semana o São Caetano visita o Mirassol, em duelo que marca o início da terceira fase da Copa Paulista. Pensando neste próximo embate, Clayton falou sobre os desafios que aguardam o Azulão na oportunidade.

“Equipe forte. Eles ficaram invictos na última fase. Precisamos então ficar muito atentos para não cometer erros, e assim fazer pontos importantes nesta partida que teremos fora de casa”, concluiu.

São Caetano e Mirassol se enfrentam neste domingo (29), às 10h, no Estádio José Maria de Campos Maia.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Após disputa da segunda fase da Copa Paulista, Azulão é o time que menos sofreu gols

25/9/2019

Um dos responsáveis pelo bom momento defensivo, Tom divide mérito com companheiros e destaca sistema de jogo do São Caetano para tal feito

(25 de setembro de 2019) – Classificado para a terceira fase da Copa Paulista, o São Caetano possui como um dos seus pontos fortes a

estabilidade defensiva apresentada nas duas fases iniciais da competição.

Tanto que sustenta ao lado do São Bernardo a condição de defesa menos vazada. Em 16 partidas realizadas, o Pequeno Gigante sofreu apenas seis gols.

Presente em todas as apresentações do time azulino e um dos responsáveis por este feito, o goleiro Tom credita o bom momento defensivo ao trabalho coletivo estabelecido pelo técnico Marcelo Vilar.

“Eu não me apego aos números. O trabalho está sendo feito não apenas por mim, mas também pelos outros goleiros como o Douglas, Luiz Daniel e Douglas Pires. O professor Marcelo possui sistema de jogo que nos protege bastante, e o pessoal da frente como os meias e atacantes ajudam a marcar também. Algo que faz com que menos bolas cheguem ao gol. “, afirmou o arqueiro.

Na última fase da Copa Paulista, o Pequeno Gigante teve as redes balançadas apenas em duas oportunidades nos seis duelos que realizou. O time azulino está também há três partidas sem sofrer gols.

3ª FASE

O fim de semana é de estreia para o São Caetano, oportunidade que a equipe dirigida por Marcelo Vilar visita o Mirassol. Já pensando neste próximo embate, Tom ressaltou a expectativa para enfrentar o Leão.

“Eles estão em uma fase de ascensão. Ganharam as últimas seis partidas e, portanto, creio que estão confiantes.  Mas nós vamos impor o nosso jogo. Se tudo der certo e Deus nos abençoar vamos conseguir trazer a vitória”, projetou o arqueiro.

São Caetano e Mirassol se enfrentam neste domingo (29). Em confronto que acontece no Estádio José Maria de Campos Maia, às 10h.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Preparado para decisões, Marcelo Vilar projeta próximos desafios na Copa Paulista

24/9/2019

Azulão terá Mirassol, Santo André e Ferroviária como adversários na terceira fase do campeonato

(24 de setembro de 2019) – Já tendo confrontos e adversários definidos, o São Caetano agora foca na preparação para a terceira fase da Copa Paulista. Etapa do campeonato que o Azulão estreia no domingo (29), ante o Mirassol, às 10h, no Estádio José Maria de Campos Maia.

Integrante do Grupo 10, o Pequeno Gigante terá também como adversários, além do Leão, os times do Santo André e Ferroviária. As duas equipes com mais pontos ao final das seis partidas se classificam à semifinal.

Diante deste novo desafio que aguarda pelo São Caetano, o técnico Marcelo Vilar fez projeções dos obstáculos que precisam ser superados pelos seus comandados nas próximas semanas.

“A Chave ficou muito forte. Eu, particularmente, até gosto mais quando enfrentamos adversários mais fortes. Desta forma os jogos ficam mais abertos e, por isso, precisamos estudar cada rival para que possamos brigar pela classificação. Precisamos atuar com inteligência, pois todo confronto será decisivo”, analisou o comandante.

Avaliação

Com oito gols sofridos em 16 partidas realizadas, o Azulão divide com o EC São Bernardo o posto de defesa menos vazada até agora na Copa Paulista. Apesar do ótimo desempenho defensivo, Marcelo Vilar faz alerta para outros parâmetros que ainda precisam ser melhorados nesta sequência do campeonato.

“Um time começa pelo sistema defensivo. Costumo dizer que a defesa é como se fosse o alicerce de uma casa. O alicerce forte representa uma casa resistente, e isso é o que buscamos”, disse antes de completar. “A gente está criando oportunidades para fazer mais gols. E o que precisamos passar para os jogadores é que nesta nova fase da competição, quando o nível técnico aumenta, perder oportunidades como no jogo passado pode ser fatal”, concluiu.

Confira os compromissos do São Caetano na terceira fase da Copa Paulista:

Mirassol x São Caetano, 29/9(domingo), às 10h, José Maria de Campos Maia

São Caetano x Santo André, 2/10(quarta-feira), às 20h, Anacleto Campanella

São Caetano x Ferroviária, 5/10(sábado), às 15h, Anacleto Campanella

Ferroviária x São Caetano, 12/10(sábado), às 18h, Arena da Fonte Luminosa

Santo André x São Caetano, 16/10(quarta-feira), às 15h, local indefinido

São Caetano x Mirassol, 19/10(sábado), às 16h, Anacleto Campanella

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Um dos principais goleadores na história do Azulão, Ermínio festeja retomada no clube

23/9/2019

Gol diante do Desportivo Brasil fez atacante empatar com Claudecir, na sétima colocação, entre os maiores artilheiros do São Caetano

(23 de setembro de 2019) – Poucos esportes proporcionam uma reviravolta em tão pouco tempo como no futebol. O São Caetano vivenciou exemplo disso, quando na rodada passada da Copa Paulista venceu (1 a 0) o Desportivo Brasil.

O Azulão garantiu o resultado positivo graças ao gol marcado por Ermínio. Algo normal se não fosse o fato de ter se recuperado de uma penalidade desperdiçada minutos antes.

“Tenho experiência com esta situação. Não foi a primeira vez que erro um pênalti. No momento ficamos abatidos, mas sabemos também que a partida não termina naquela ocasião. Então é preciso se recuperar o mais rápido possível. Foi isso que eu fiz, pois sabia que poderia acontecer outra oportunidade. Recebi lindo passe do Gleyson, que fez excelente trabalho como pivô. Trabalhamos em grupo aqui e, por isso, o São Caetano só tem a ganhar”, afirmou.

Como se não bastasse, Ermínio ainda alcançou uma marca importante ao balançar as redes no fim de semana. O atacante anotou na oportunidade o seu 28º gol pelo Pequeno Gigante, número que o fez empatar com Claudecir na sétima colocação entre os principais artilheiros da equipe.

“Fico feliz de entrar mais uma vez na história do clube. Time com diversos títulos e pelo qual tenho carinho enorme. Os números neste momento não importam muito, e sim conquistar os objetivos pelo São Caetano. Espero colocar esta equipe sempre no topo das competições”, contou um dos campeões da da Série A-2 em 2017 pela agremiação.

Retomada

Já sobre o atual momento pelo qual passa no Anacleto Campanella, Ermínio ressaltou a importância da última exibição visando a retomada da grande fase que teve em outrora no Azulão.

“Sei que não estava passando por um momento muito bom. Não vinha atuando e isso para o jogador é difícil. Mas nunca deixei de trabalhar, buscar o meu espaço. Graças a Deus fui feliz com a oportunidade que o professor Marcelo Vilar me deu. Perdi o pênalti sim, mas o que vale é a entrega, o empenho. Fico contente em ajudar o São Caetano”, concluiu o atacante do time, que terá Mirassol, Ferroviária e Santo André como próximos adversários na Copa Paulista.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Ermínio marca gol histórico, Azulão vence Desportivo Brasil e garante liderança no Grupo 8

21/9/2019

Na próxima fase da Copa Paulista o São Caetano terá Mirassol, Ferroviária e Santo André como adversários

(21 de setembro de 2019)- São Caetano e Desportivo Brasil fizeram duelo bastante atípico neste sábado, no Anacleto Campanella, pela última rodada da segunda fase da Copa Paulista. Mesmo desperdiçando duas penalidades, o Azulão conseguiu vencer o rival por 1 a 0.

Com a classificação garantida na partida passada, o Pequeno Gigante somou 12 pontos em seis partidas realizadas pelo Grupo 8. Cinco a mais que o Linense, segundo colocado na Chave.

LANCES CAPITAIS

Pouco incomodado pelo adversário, o time azulino teve a primeira grande oportunidade de abrir o placar aos 25 minutos de jogo. Artilheiro da Copa Paulista, Gleyson cobrou pênalti com força no canto esquerdo do goleiro, que se esticou todo para defender.

Já na etapa final, Ermínio sofreu nova penalidade aos 27 minutos. Ele cobrou, porém, desta vez, a bola passou por cima do gol.

Mas o São Caetano não desistiu de buscar o resultado positivo. Tanto que aos 45 minutos do segundo tempo foi recompensado após bela trama ofensiva.

Gleyson passou para Ermínio, que agora não desperdiçou a oportunidade para bater forte e marcar o seu 28º gol pelo Azulão. Além da vitória, esse tento também o fez empatar com Claudecir na sétima colocação entre os principais artilheiros na história do clube.

ANÁLISE

“Foi atípico. Um dia daqueles que a gente, lá do banco de reservas, pensa que não vai acontecer. Mas o time teve forças até o último instante, fez o gol no final e terminou na primeira colocação, que era o nosso objetivo”, disse o técnico Marcelo Vilar antes de completar.  “Temos consciência que precisamos melhorar. O nosso time está criando uma quantidade razoável de oportunidades, porém converteu pouco nos últimos jogos, com apenas dois gols marcados. É necessário intensificar os trabalhos neste sentido para que a equipe possa continuar evoluindo e ficar mais forte na próxima fase”, concluiu.

SEQUÊNCIA

Na nova etapa do campeonato o São Caetano terá Mirassol, Ferroviária e Santo André como adversários. A tabela com datas e horários das partidas será divulgada na próxima segunda-feira pela Federação Paulista de Futebol.

Ficha técnica

Local: Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul;

Árbitro:  José Guilherme Almeida e Souza;

Auxiliares: Alex Ang Ribeiro e Domingos da Silva Chagas;

Público: 219

Renda: R$: 1.420,00

São Caetano: Tom; Anderson Luís, Max, Júnior Alves e Bruno Recife; Régis (Índio), Cerezo e Clayton (Alvinho); Anderson Rosa, Jean Dias (Ermínio) e Gleyson

Técnico: Marcelo Vilar

Desportivo Brasil: Arthur (Léo); Raynan, Edson, Willian e Calixto; Vinicius (Guilherme), Alex, Wellingtton e Jhonatan (Campanholo); Andrei e Lucas Douglas  

Técnico: Elio Sizenando

Gol: Ermínio, aos 45’ do 2º (São Caetano)

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Classificado para terceira fase da Copa Paulista, Azulão recebe o Desportivo Brasil neste sábado

20/9/2019

Pensando na sequência da competição, São Caetano tenta assegurar liderança no Grupo 8

(20 de setembro de 2019) – Já classificado para a terceira fase da Copa Paulista, o São Caetano volta a campo pela competição neste sábado. Oportunidade em que enfrenta o Desportivo Brasil, às 15h, no Anacleto Campanella.

Líder do Grupo 8, com nove pontos conquistados, o Azulão assegura essa condição, sem depender de outros resultados, ao conseguir pelo menos um empate no fim de semana.

Por este objetivo, o técnico Marcelo Vilar enalteceu a serenidade que os seus comandados irão encarar o duelo contra o time de Porto Feliz.

“Antes de enfrentar o Linense, sabíamos que teríamos duas partidas para garantir a classificação. Ela veio no primeiro jogo, algo que nos deu tranquilidade em relação ao próximo compromisso em casa”, disse antes de completar. “Nós temos alguns problemas de contusão e suspensão e, por isso, vamos encará-lo com muita responsabilidade. Nele será possível avaliar alguns jogadores que não estavam sendo aproveitados e, assim, mostrar em que condição estão para a continuidade do campeonato”, explicou o comandante azulino.

Ausências

O Pequeno Gigante estará desfalcado de dois dos seus titulares na partida deste fim de semana. Estes são os casos dos meio-campistas Esley e Emerson Santos, ambos suspensos com três cartões amarelos.

Retrospecto

Em histórico recente de confrontos, São Caetano e Desportivo Brasil já se enfrentaram em três oportunidades. O Azulão ganhou dois destes embates, enquanto o time de Porto Feliz venceu um.

No último duelo entre os times, válido pela própria Copa Paulista deste ano, vitória caetanista por 2 a 0. Gleyson e Edson(contra) fizeram os gols do Pequeno Gigante na ocasião.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove