Na Série D do Brasileiro, São Caetano é derrotado pelo Joinville

(21 de outubro de 2020) – Em confronto válido pela primeira rodada do returno do Grupo A-8 da Série D do Campeonato Brasileiro, o São Caetano visitou o Joinville, nesta quarta-feira. Ao término da partida realizada na Arena Joinville, o time da casa levou a melhor e venceu por 2 a 1.

Com esse resultado, o Azulão segue com cinco pontos conquistados na chave, mas ainda com um jogo a menos em relação aos seus adversários.

Gols

O JEC abriu o placar aos 28 minutos da primeira etapa. Após cruzamento vindo da direita, a zaga fez o corte parcial, porém, no rebote, Lucas de Sá finalizou para o fundo das redes. 1 a 0.

A equipe da casa ampliou aos 31 minutos. Depois de levantamento do lado esquerdo, Alison finalizou de primeira para aumentar a vantagem no marcador. 2 a 0.

Já o gol do Pequeno Gigante aconteceu aos 42 minutos do segundo tempo. Ronaldo aproveitou vacilo defensivo do Joinville e, em seguida, finalizou para o gol definindo assim o resultado. 2 a 1.

PRÓXIMO JOGO

O São Caetano volta a campo pela Série D do Campeonato Brasileiro no sábado (24). Dia em que enfrenta o Pelotas, às 18h, no Anacleto Campanella.

Ficha técnica:

Local: Arena Joinville, em Joinville;

Árbitro: Raphael Garcia de Andrade (ES);

Auxiliares: Bruno Muller (SC) e Diogo Berndt(SC);

Joinville: Dalberson; Renan Guedes, Jaques, Fernando e Renan Castro; Caio Mello (Braga), Davi Lopes (Kadu) e Diego (Adriano); Ratinho, Lucas de Sá (Chrystian) e Alison

Técnico: Fabinho Santos

São Caetano: Caio; Lucas Saturnino, Matheus Santos, Gustavo e Victor Luiz; Guilherme Amorim (Matheus Eduardo), Douglas e Markson(Emerson Lima); Ronaldo, Filipe Carvalho(William Amorim) e Marlon(Eric Di Maria)

Técnico: Fabinho Félix

Gols: Lucas de Sá, aos 28’ do 1º e Alison, aos 31’ do 1º(Joinville); Ronaldo, aos 42’ do 2º(São Caetano)

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Foto: Vitor Mira/JEC

Para subir na tabela de classificação, Azulão desafia Joinville no Sul pela Série D

(20 de outubro de 2020) – Após ter conquistado a primeira vitória nesta edição da Série D do Campeonato Brasileiro, o Azulão volta a campo para reencontrar o JEC. Desta vez em confronto que acontece nesta quarta-feira (21), às 20h, na Arena Joinville.

Com cinco pontos conquistados no Grupo A-8 e cinco da zona de classificação, o São Caetano busca o resultado positivo para diminuir a diferença que hoje possui para o Marcílio Dias, atual quarto colocado.

Lembrando que o time do ABC inicia o returno com um jogo a menos em relação aos seus rivais. Pois em meio a disputa das fases finais da Série A-2 do Paulista, o Pequeno Gigante teve o seu duelo contra o Grêmio Novorizontino adiado.

PREPARAÇÃO

Diante disso, o técnico Fabinho Félix falou como o Azulão irá encarar este confronto em Santa Catarina.

“Vamos trabalhar. A gente vai para lá sabendo das dificuldades, porém procurando fazer bom jogo. Pois assim o resultado positivo pode vir”, disse o profissional, que não poderá contar com o volante Gabriel Santos(suspenso).

Pensamento semelhante ao do treinador possui o atacante Ronaldo. Autor do gol que deu início à reação do São Caetano no domingo, o atacante destacou a importância do último resultado para a sequência azulina no nacional.

“Foi muito importante. Não estávamos conseguindo bons resultados e a vitória dentro de casa foi bem importante para respirarmos um pouco. Mas quarta-feira tem mais, e vamos lá para lutar pela vitória também”, explicou.

RETROSPECTO

São Caetano e Joinville já se enfrentaram em nove oportunidades por competições oficiais. A vantagem, hoje, pertence ao clube do Anacleto Campanella, com quatro vitórias, enquanto outros três resultados positivos a favor do JEC, e dois empates completam o retrospecto entre as equipes.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Autor de golaço, Gustavo festeja primeira vitória do Azulão na Série D do Brasileiro

 

(19 de outubro de 2020) – O São Caetano conquistou no domingo passado, diante do Joinville, uma vitória (2 a 1) de grande importância pela Série D do Campeonato Brasileiro. Resultado que recolocou o Azulão na disputa pela classificação à fase seguinte.

Um dos destaques nessa partida foi o zagueiro Gustavo. Titular, o defensor ainda teve participação crucial ao marcar o gol que definiu o resultado positivo a favor da equipe dirigida por Fabinho Félix.

Ao analisar o triunfo em cima do JEC, o beque destacou como define essa vitória conquistada pelo elenco azulino.

“Se fosse para definir essa vitória em uma palavra, seria superação. Superação de todos. Da equipe, do nosso staff. Todo mundo se abraçou e lutou até o final. Foi uma vitória nos últimos minutos, de virada. Isso mostrou que o nosso time é muito aguerrido, com sede de vencer”, contou.

GOLAÇO

Foi também no jogo de domingo que Gustavo fez o seu primeiro gol pelo Azulão. E, por sinal, foi um verdadeiro golaço quando acertou belo chute, de voleio, nos minutos finais, para definir o placar favorável ao São Caetano.

Ao recordar o tento anotado contra o time catarinense, o zagueiro descreveu a sensação de felicidade que teve no momento ao balançar as redes do adversário.

“Um momento maravilhoso, uma emoção que poucos conseguem sentir. Só tenho que agradecer a Deus. Um gol que eleva o ânimo de todos. Essa camisa é muito pesada e a gente está tendo respeito com ela. Creio que a partir de hoje(domingo) vão respeitar ainda mais a gente na competição”, concluiu.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Fabinho Félix analisa estreia no comando do Azulão e enaltece trabalho coletivo por vitória

(19 de outubro de 2020) – A vitória (2 a 1) contra o Joinville, pela rodada passada da Série D do Campeonato Brasileiro, foi especial para o São Caetano por recolocar o clube na briga pela classificação à próxima fase da disputa.

Mas ela também será sempre lembrada por Fabinho Félix, nome que iniciou a sua trajetória no futebol no Anacleto, e que estreou no comando da equipe na oportunidade. Diante deste primeiro jogo como treinador do Azulão, o ex-jogador ressaltou a importância que o resultado teve para o conjunto azulino.

“A impressão é sempre a melhor possível. Eu já conhecia os atletas, entendo a dificuldade deles tanto física quanto técnica. Mas a gente precisa trabalhar e vamos para o jogo de quarta-feira com a mesma concentração”, contou.

Fabinho Félix surgiu para o futebol no time do São Caetano que foi finalista do Campeonato Brasileiro em 2001. Pela agremiação do ABC foram 35 jogos realizados ao longo de duas passagens como atleta profissional.

Dono de vasto conhecimento quando o assunto é o Pequeno Gigante, o comandante do Azulão ainda falou sobre a identificação que possui com o atual elenco que dirige e o clube, que é o atual campeão da Série A-2.

“Independentemente de qualquer coisa, eu estou aqui por eles(jogadores), pela instituição que me deu uma oportunidade de vida, de ser quem eu sou hoje”, disse antes de completar sobre o principal motivo que fez o São Caetano vencer pela primeira vez no brasileiro. “O que fez a diferença foi a força de vontade de todos eles(atletas)”, concluiu o treinador caetanista.

Sequência

O Azulão volta a campo pela Série D do Brasileiro na quarta-feira(21). Data em que reencontra o Joinville, mas desta vez em sua Arena, às 20h.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Azulão vira em cima do Joinville e vence a primeira na Série D do Brasileiro

(18 de outubro de 2020) – Em jogo que marcou a estreia do técnico Fabinho Félix no comando do Azulão de forma interina, o time do ABC não decepcionou e ganhou do Joinville, de virada, por 2 a 1, na noite deste domingo, no Anacleto Campanella.

Com esse resultado o São Caetano conquistou a sua primeira vitória na Série D do Campeonato Brasileiro, e agora soma cinco pontos no Grupo A-8. Resultado que deixa o Pequeno Gigante na sétima colocação, mas agora vivo na disputa por uma vaga à etapa seguinte do nacional.

O JOGO

Escalado com sete pratas da casa (Lucas Saturnino, Victor Luiz, Douglas, Gabriel Santos, Markson, Ronaldo e Marlon) entre os titulares, o Pequeno Gigante utilizou de jogadas de velocidade e arremates de fora da área para tentar abrir o placar na primeira etapa.

Numa dessas tentativas, aos nove minutos, Marlon soltou a bomba em cobrança de falta e o goleiro espalmou para frente. Na sequência do lance, a zaga afastou o perigo.

O time visitante respondeu quase que na sequência em conclusão a queima roupa de Caio Melo. Mas o goleiro do São Caetano, o também Caio, fez bela defesa para impedir que o adversário abrisse o placar.

2ª ETAPA DECISIVA

No segundo tempo, em que teve o equilíbrio como a sua principal característica, o Joinville abriu o placar aos 35 minutos. No lance construído pelo lado direito do campo, Diego trouxe para dentro e bateu firme para abrir o placar. 0 a 1.

O gol acordou o São Caetano que conseguiu o empate aos 40 minutos. Ronaldo se antecipou à zaga e finalizou para o fundo das redes para deixar tudo igual e marcar pela primeira vez no nacional. 1 a 1.

Confiante após o empate, o Azulão se atirou ao ataque nos minutos finais para fazer o gol da vitória. Depois de novo cruzamento, foi a vez do zagueiro Gustavo acertar lindo voleio e definir desta forma o triunfo do São Caetano. 2 a 1.

SEQUÊNCIA

O Azulão volta a campo pela Série D do Brasileiro na próxima quarta-feira. Quando visita o Joinville em sua Arena, às 20h.

Ficha técnica:

Local: Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul;

Árbitro: Arthur Gomes Rabelo (ES);

Auxiliares: Fábio Rogério Baesteiro (SP) e Leonardo Tadeu Pedro (SP);

São Caetano: Caio; Lucas Saturnino, Gustavo, Matheus Santos e Victor Luiz; Douglas (Anderson Braz), Gabriel Santos e Markson(Eric Di Maria); Filipe Carvalho (Emerson Lima), Ronaldo e Marlon(William Amorim)

Técnico: Fabinho Félix

Joinville: Dalberson; Renan Guedes, Fernando Fonseca, Jaques e Renan Castro; Caio Mello, Davi Lopes (Kadu) e Diego Mathias; Chrystian(Gustavinho), Adriano(Matheus Banguelê) e Alison(Romarinho)

Técnico: Fabinho Santos

Gols: Ronaldo, aos 40’ do 2º e Gustavo, aos 44’ do 2º(São Caetano); Diego, aos 35’ do 2º(Joinville)

Foto: Leonardo Lima

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

BEM-VINDO, WILLIAM AMORIM

(17 de outubro de 2020) – O São Caetano oficializou para a sequência da temporada a contratação do atacante William Amorim. Jogador com passagens por São Paulo(base), Portuguesa, Palmeiras-B, Moto Clube, Água Santa e Nacional (AM).

Diante da oportunidade de atuar pelo Pequeno Gigante, o jogador falou sobre os planos que possui no Anacleto Campanella.

“A expectativa aqui é grande. Estou tendo a oportunidade de fazer parte do time no brasileiro e, até pelo acesso conquistado na Série A-1, quero fazer uma boa campanha na Série D e ajudar o Azulão”, disse antes de falar sobre as suas características. “Jogo centralizado, mas também gosto de atuar pelas beiradas. Dou a opção de também estar recebendo a bola aí pelo meio de campo. Sou um centroavante, porém não gosto de ficar tão parado”, explicou o atleta, que já estava treinando com o restante do elenco.

SÉRIE D

O São Caetano volta a campo pelo Grupo A-8 da Série D do Campeonato Brasileiro neste domingo (18). Data em que enfrenta o Joinville, às 18h, no Anacleto Campanella.

Neste próximo duelo, o Azulão não poderá contar com Guilherme Amorim(suspenso). Em contrapartida, o volante Anderson Braz renovou o seu vínculo com o clube e fica à disposição.

RETROSPECTO

São Caetano e Joinville já se enfrentaram em oito oportunidades por competições oficiais. Cada equipe venceu em três oportunidades, enquanto dois desses duelos terminaram empatados.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

NOTA OFICIAL

(16 de outubro de 2020)- Em virtude do noticiário divulgado nas últimas horas sobre as pendências financeiras com jogadores, membros da comissão técnica e funcionários, a diretoria do São Caetano Futebol Ltda esclarece que estará reunida hoje para solucionar essas questões o mais rápido possível.

 

Pela Série D, São Caetano perde para o Pelotas na Boca do Lobo  

(15 de outubro de 2020) – Em confronto válido pela Série D do Campeonato Brasileiro, o São Caetano enfrentou o Pelotas, nesta quinta-feira, no Estádio Boca do Lobo, e perdeu por 3 a 1. Com esse resultado, o Azulão segue com dois pontos conquistados no Grupo A8.

Os gols

A equipe da casa abriu o placar aos 36 minutos do primeiro tempo. Após cruzamento rasteiro vindo da direita, Marcão finalizou de letra e colocou o time gaúcho na frente. 1 a 0.

O segundo gol aconteceu aos 19 minutos da etapa final. Dessa vez em cobrança de pênalti executada por Juliano. 2 a 0.

Em desvantagem no placar, o Azulão descontou aos 32 minutos. Lucas Limão cobrou falta com perfeição, no ângulo esquerdo do goleiro, e fez o gol de honra. 2 a 1.

O Pelotas, por sua vez, não deu tempo para o São Caetano reagir e fez o terceiro aos 34 minutos. De novo com Marcão, que aproveitou novo cruzamento para marcar de cabeça e, assim, decretar o placar final. 3 a 1.

SEQUÊNCIA

O próximo jogo do Azulão na Série D do Campeonato Brasileiro será no domingo (18) contra o Joinville, às 18h, no Anacleto Campanella.

Ficha técnica:

Local: Estádio Boca do Lobo, em Pelotas;

Árbitro: Renan Novaes Insabralde (MS);

Auxiliares: Luiza Naujorks Reis (RS) e Fabricio Lima Baseggio (RS);

Pelotas: Renan; Marcelo (Felipe Chaves), Fábio Alemão, Mateus Santana e Gabiga; Moisés (Paulinho), Ramires, Itaqui (Vini Garcia) e Bruninho (Ariel); Juliano (Daniel Costa) e Marcão.

Técnico: Ricardo Colbachini

São Caetano: Caio; Lucas, Gustavo, Matheus Santos e Dudu (Marcus Vinícius); Marcílio (Gabriel Santos) e Guilherme Amorim; Markson (Lucas Limão); Eric Di Maria (Victor Luiz), Filipe Carvalho (Matheus Eduardo) e Marlon.

Técnico: Dininho (interino)

Gols: Marcão 36′ 1T, Juliano 19′ 2T, Marcão 34′ 2T(Pelotas); Lucas Limão 32′ 2T

Foto: Tales Leal |AI ECP

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove