Em Novo Horizonte, Azulão mira primeira vitória longe do Anacleto Campanella pela Série D

(31 de outubro de 2020) – O São Caetano volta a campo pela Série D do Campeonato Brasileiro neste fim de semana. Oportunidade em que enfrenta novamente o Grêmio Novorizontino, no domingo (1), às 16h, mas agora no Estádio Dr. Jorge Ismael de Biasi.

Com cinco pontos conquistados, o Azulão precisa vencer para se aproximar da zona de classificação no Grupo A8. Desta maneira, o técnico Fabinho Félix projetou os obstáculos que o seu time precisa superar no interior.

“Mais um jogo duríssimo contra o líder da competição. Tivemos a oportunidade de fazer um belo jogo contra eles aqui (Anacleto Campanella), apesar de todas as nossas dificuldades, e quando sofremos o gol em um erro coletivo”, disse antes de completar. “A gente respeita a equipe do Grêmio Novorizontino, sabemos do que são capazes. Então vamos viajar para lá (Novo Horizonte) esperando a pior recepção possível e jogo dificílimo”, concluiu.

Já sobre a postura que o São Caetano necessita ter no domingo, Fabinho Félix ressaltou pontos com os quais a sua equipe precisa ficar atenta visando este próximo duelo.

“A gente se preparou, apesar do pouco tempo de trabalho, e de contar com uma equipe muito jovem e com poucos jogos realizados. Os erros vão acontecer, então precisamos ter um pouco mais de concentração, facilitar menos para o nosso adversário e procurar fazer os gols quando tivermos as oportunidades”, explicou.

RETORNO

Suspenso na rodada passada, o volante Anderson Braz fica novamente à disposição do elenco azulino no jogo deste fim de semana.

RETROSPECTO

Azulão e Tigre já se enfrentaram em quatro oportunidades por competições oficiais. O mandante deste domingo leva vantagem ao vencer três destes duelos, enquanto um empate completa o retrospecto entre essas equipes.

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Foto: Fabrício Cortinove

 

No Anacleto Campanella, São Caetano é derrotado pelo Grêmio Novorizontino

(28 de outubro de 2020) – São Caetano e Grêmio Novorizontino se enfrentaram nesta quarta-feira, no Anacleto Campanella, em confronto atrasado da quinta rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. Ao fim da partida, o time visitante levou a melhor e venceu por 1 a 0.

Resultado que deixa o Azulão com os mesmos cinco pontos e distante da zona de classificação no Grupo A-8.

O GOL

O Tigre alcançou a vitória aos 44 minutos do primeiro tempo. Após bate-rebate dentro da grande área da equipe azulina, a bola sobrou para Felipe Rodrigues, que finalizou para o fundo das redes e, assim, definiu o triunfo do elenco dirigido por Roberto Fonseca.

PRÓXIMO DUELO

Na próxima rodada da Série D do Campeonato Brasileiro, o São Caetano volta a enfrentar o Grêmio Novorizontino. Desta vez em confronto que acontece no domingo(1), às 16h,  no Estádio Dr Jorge Ismael de Biasi.

Ficha técnica:

Local: Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul;

Árbitro:  Salim Fende Chavez(SP);

Auxiliares: Alberto Poletto Masseira (SP) e Bruno Silva de Jesus (SP);

São Caetano: Caio; Lucas Saturnino, Matheus Santos, Gustavo e Victor Luiz; Douglas(Rafael Menezes), William Amorim(Matheus Eduardo) e Thiago Potiguar(Gerônimo); Filipe Carvalho(Markson), Eric Di Maria(Emerson Lima) e Ronaldo

Técnico: Fabinho Félix

Grêmio Novorizontino: Giovanni; Felipe Rodrigues, Edson Silva(Pereira), Bruno Aguiar e Paulinho; Barba(Caique Oliveira), Léo Baiano e Danielzinho; Cléo Silva(Caio Monteiro), Deivid(Caio Monteiro) e Batista

Técnico: Roberto Fonseca

Gol: Felipe Rodrigues, aos 44’ do 1º(Grêmio Novorizontino)

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Foto: Leonardo Lima

 

Pela Série D, São Caetano recebe a visita do Grêmio Novorizontino

(27 de outubro de 2020) – Em busca da sua recuperação na Série D do Campeonato Brasileiro, o São Caetano volta a campo nesta quarta-feira (28). Data em que o Pequeno Gigante enfrenta o Grêmio Novorizontino, às 20h, no Anacleto Campanella.

O confronto deste meio de semana é válido pela quinta rodada do Grupo A-8. Duelo que precisou ser adiado, anteriormente, por conta dos compromissos do time do ABC na fase decisiva da Série A-2 do Paulista.

Com cinco pontos conquistados até agora, o São Caetano mira o resultado positivo diante do clube de Novo Horizonte. Para isso, o técnico Fabinho Félix falou sobre a preparação que foi feita visando este embate.

“A expectativa é muito boa. Vamos enfrentar o líder amanhã, a melhor equipe até aqui. Os últimos dias não foram fáceis, então a preparação e motivação foi em cima de tirar essa tensão e condicioná-los(os nossos jogadores) da melhor maneira possível para fazer um bom jogo”, disse antes de completar sobre o adversário. “Um grupo que praticamente manteve a base do paulista, com jogadores muito experientes. Bruno Aguiar, Edson, que possui passagem pelo São Paulo. A gente procurou focar na equipe em geral para não sermos surpreendidos”, concluiu.

AUSÊNCIA

O volante Anderson Braz(suspenso) desfalca o Azulão neste próximo compromisso diante do Grêmio Novorizontino.

RETROSPECTO

Azulão e Tigre já se enfrentaram em três oportunidades por competições oficiais. O visitante desta quarta-feira leva vantagem ao vencer dois destes duelos, enquanto um empate completa o retrospecto entre os clubes.

No último encontro entre as equipes, o Novorizontino venceu por 2 a 1. Em partida realizada no Paulistão do ano passado.

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Foto: Fabrício Cortinove

Ficha técnica: São Caetano x Pelotas

Ficha técnica

Local: Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul;

Árbitro: José Woshington da Silva (PE);

Auxiliares: William Trufelli Malaquias (SP) e Fabricio Porfirio de Moura (SP);

São Caetano: Caio; Samuel Neres (Marquinhos), Renan Dutra, Matheus Santos e Bruno; Marcílio (Kaique), Anderson Braz, Vinícius (Enrique) (Thiago Costa) e Thiago Potiguar; Filipe Carvalho e William Amorim

Técnico: Fabinho Félix

Pelotas: Renan; Marcelo (Paulinho), Fábio Alemão, Mateus Santana e Gabiga (Milla);

Moisés (Maylson), Juliano (Daniel Costa), Ramires e Itaqui; Marcão e Ariel (Tatá)

Técnico: Ricardo Colbachini

Gols: Ramires 5′ 1T, Itaqui 24′ 1T, Ariel 27′ 1T, Itaqui 32′ 1T, Ariel 37′ 1T, Mateus Santana 41′ 1T, Marcão 16′ 2T, Tatá 27′ 2T, Marcão 42′ 2T(Todos Pelotas)

NOTA OFICIAL

(24 de outubro de 2020)- Eu, Nairo Ferreira, presidente do A.D São Caetano, venho por meio desta nota, enaltecer os atletas que hoje entraram em campo.
Sabemos que o desejo de alguns eram que não entrássemos em campo, o VERGONHOSO W.O.
O que graças ao empenho dos verdadeiros amantes do clube não ocorreu. Ninguém entra em campo para perder, mas esse é um resultado comum em competições. Um perde outro ganha.
O que temos a glorificar esses guerreiros, abaixo de Deus , foi a coragem e determinação. Mesmo com salários atrasados e outras razões que os poderiam desmotivar, foram a luta.
O resultado da partida não ofuscará o brilho desses GUERREIROS AZUIS.
Entraram para história deste humilde clube com louvor, superaram as expectativas, foram para guerra, voltaram feridos, mas não abandonaram seu brasão carregado ao peito.
Seus familiares e amigos certamente sentirão muito orgulho de vocês.
Prometo me dedicar tomando como exemplo essa atitude de vocês, não medirei esforços em colocar a vida econômica do clube em ordem, e que num futuro próximo se orgulhem ainda mais de terem vestido a camisa do AZULÃO DO ABC.
O futebol pode passar por dificuldades, mas não ser envergonhado com a recusa de entrar em campo.

Na Série D do Brasileiro, São Caetano é derrotado pelo Joinville

(21 de outubro de 2020) – Em confronto válido pela primeira rodada do returno do Grupo A-8 da Série D do Campeonato Brasileiro, o São Caetano visitou o Joinville, nesta quarta-feira. Ao término da partida realizada na Arena Joinville, o time da casa levou a melhor e venceu por 2 a 1.

Com esse resultado, o Azulão segue com cinco pontos conquistados na chave, mas ainda com um jogo a menos em relação aos seus adversários.

Gols

O JEC abriu o placar aos 28 minutos da primeira etapa. Após cruzamento vindo da direita, a zaga fez o corte parcial, porém, no rebote, Lucas de Sá finalizou para o fundo das redes. 1 a 0.

A equipe da casa ampliou aos 31 minutos. Depois de levantamento do lado esquerdo, Alison finalizou de primeira para aumentar a vantagem no marcador. 2 a 0.

Já o gol do Pequeno Gigante aconteceu aos 42 minutos do segundo tempo. Ronaldo aproveitou vacilo defensivo do Joinville e, em seguida, finalizou para o gol definindo assim o resultado. 2 a 1.

PRÓXIMO JOGO

O São Caetano volta a campo pela Série D do Campeonato Brasileiro no sábado (24). Dia em que enfrenta o Pelotas, às 18h, no Anacleto Campanella.

Ficha técnica:

Local: Arena Joinville, em Joinville;

Árbitro: Raphael Garcia de Andrade (ES);

Auxiliares: Bruno Muller (SC) e Diogo Berndt(SC);

Joinville: Dalberson; Renan Guedes, Jaques, Fernando e Renan Castro; Caio Mello (Braga), Davi Lopes (Kadu) e Diego (Adriano); Ratinho, Lucas de Sá (Chrystian) e Alison

Técnico: Fabinho Santos

São Caetano: Caio; Lucas Saturnino, Matheus Santos, Gustavo e Victor Luiz; Guilherme Amorim (Matheus Eduardo), Douglas e Markson(Emerson Lima); Ronaldo, Filipe Carvalho(William Amorim) e Marlon(Eric Di Maria)

Técnico: Fabinho Félix

Gols: Lucas de Sá, aos 28’ do 1º e Alison, aos 31’ do 1º(Joinville); Ronaldo, aos 42’ do 2º(São Caetano)

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Foto: Vitor Mira/JEC

Para subir na tabela de classificação, Azulão desafia Joinville no Sul pela Série D

(20 de outubro de 2020) – Após ter conquistado a primeira vitória nesta edição da Série D do Campeonato Brasileiro, o Azulão volta a campo para reencontrar o JEC. Desta vez em confronto que acontece nesta quarta-feira (21), às 20h, na Arena Joinville.

Com cinco pontos conquistados no Grupo A-8 e cinco da zona de classificação, o São Caetano busca o resultado positivo para diminuir a diferença que hoje possui para o Marcílio Dias, atual quarto colocado.

Lembrando que o time do ABC inicia o returno com um jogo a menos em relação aos seus rivais. Pois em meio a disputa das fases finais da Série A-2 do Paulista, o Pequeno Gigante teve o seu duelo contra o Grêmio Novorizontino adiado.

PREPARAÇÃO

Diante disso, o técnico Fabinho Félix falou como o Azulão irá encarar este confronto em Santa Catarina.

“Vamos trabalhar. A gente vai para lá sabendo das dificuldades, porém procurando fazer bom jogo. Pois assim o resultado positivo pode vir”, disse o profissional, que não poderá contar com o volante Gabriel Santos(suspenso).

Pensamento semelhante ao do treinador possui o atacante Ronaldo. Autor do gol que deu início à reação do São Caetano no domingo, o atacante destacou a importância do último resultado para a sequência azulina no nacional.

“Foi muito importante. Não estávamos conseguindo bons resultados e a vitória dentro de casa foi bem importante para respirarmos um pouco. Mas quarta-feira tem mais, e vamos lá para lutar pela vitória também”, explicou.

RETROSPECTO

São Caetano e Joinville já se enfrentaram em nove oportunidades por competições oficiais. A vantagem, hoje, pertence ao clube do Anacleto Campanella, com quatro vitórias, enquanto outros três resultados positivos a favor do JEC, e dois empates completam o retrospecto entre as equipes.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove