São Caetano perde para o Caxias na Série D

(28 de novembro de 2020) – O São Caetano encerrou, neste sábado, a sua participação na primeira fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Oportunidade em que enfrentou o Caxias, no Estádio Centenário, em confronto válido pela última rodada do Grupo A-8.

Ao fim do jogo, o time da casa levou a melhor e venceu por 6 a 0. Desta maneira, a equipe do ABC se despede da competição com seis pontos conquistados.

Gols

O clube grená abriu o placar aos 25 minutos do primeiro tempo. Após cruzamento vindo da esquerda, Giovane Gomes apareceu entre os zagueiros para marcar de cabeça. 1 a 0.

Melhor em campo, o Caxias marcou mais gols no segundo tempo. Aos dois minutos, depois de cobrança de escanteio, Marabá finalizou de primeira e ampliou o placar para o time da casa. 2 a 0.

Aos seis minutos, Bruninho avançou pela esquerda e tocou na saída de Arthur para marcar mais um. 3 a 0.

Depois de cobrança de falta e defesa parcial de Arthur, Bruninho ficou com a sobra e finalizou para o gol. 4 a 0.

Vidaletti aproveitou cruzamento vindo da direita e marcou de cabeça aos 37. 5 a 0.

Por fim, Claudinho fez de pênalti o último gol da partida. 6 a 0.

Ficha técnica:

Estádio Centenário, em Caxias do Sul;

Árbitro: Eduardo Fernandes Teixeira (TO)

Auxiliares: Matheus Olivério Rocha (RS) e Maíra Mastella Moreira (RS)

Caxias: Marcelo Pitol; Ivan, Rafael Goiano, Thiago Sales e Bruno Ré (Diniz)(Vidaletti); Carlos Alberto(Matheus), Marabá e Tontini; Marcelo Campanholo(Diogo Oliveira), Bruninho(Claudinho) e Giovane Gomez

Técnico Rafael Lacerda

São Caetano: Arthur; Lucas Saturnino, Polidoro, Marquinhos(Bruninho) e Matheus Eduardo; Anderson Braz, Douglas e Rafinha (William Amorim); João Gurgel, Emerson Lima(Rafael Menezes) e Renan(Ruan)

Técnico: Lucas Moura

Gol: Giovane Gomes, aos 25’ do 1º(Caxias), Marabá, aos 2’ do 2º(Caxias), Bruninho, aos 6’ e 17’ do 2º(Caxias), Vidaletti, aos 37’ do 2º(Caxias) e Claudinho, aos 41’ do 2º(Caxias)

Foto: Rodrigo Rossi/S.E.R.Caxias

Azulão visita o Caxias pela última rodada da primeira fase da Série D

Lucas Moura será o técnico do Azulão neste sábado.

(27 de novembro de 2020) – O time profissional do São Caetano viajou nesta sexta-feira para enfrentar o Caxias, pela última rodada da primeira fase da Série D do Campeonato Brasileiro.

Mesmo sem ter chance de classificação no Grupo A-8, o Pequeno Gigante deseja encerrar a sua participação no nacional de forma digna e, por isso, mira o resultado positivo na partida que acontece neste sábado, às 15h, no Estádio Centenário.

Sem a presença de Fabinho Félix no banco de reservas, por conta de problemas de saúde, caberá a Lucas Moura (técnico do Sub-20) a responsabilidade de dirigir o Azulão.

Diante dessa missão, o profissional falou sobre a expectativa que possui para o confronto deste sábado.

“Mais um jogo difícil. O Caxias por si só já é um adversário muito complicado, ainda mais jogando lá na Serra Gaúcha. Mas é um jogo que, acima de tudo, está em prova a força da camisa do São Caetano, a grandeza do clube e qualidade dos nossos jogadores. Tive uma resposta muito boa deles(atletas) nos treinos e, portanto, vamos fazer grande exibição. Respeitamos muito o Caxias, mas esse jogo vale mais de três pontos para nós”, disse o treinador, que está no comando dos treinos desde quarta-feira (25).

Confiança

Quem compartilha de opinião semelhante, em relação ao duelo deste sábado, é o polivalente Matheus Eduardo. Que ressaltou a importância de fazer uma boa atuação contra a equipe gaúcha.

“Será bem importante fazer um bom jogo. Queremos voltar com os três pontos. A nossa dignidade está em jogo também. Vamos fazer o nosso melhor em busca do resultado positivo”, contou o prata da casa, que atuou como titular na lateral esquerda do São Caetano nas últimas apresentações pela Série D.

Desfalque

O Azulão não poderá contar com o zagueiro Matheus Santos neste sábado. Suspenso com três cartões amarelos.

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Fotos: Fabrício Cortinove

Polidoro e Julio Santana reforçam elenco do Azulão

Julio Santana(meia) e Polidoro(zagueiro) foram apresentados nesta quinta-feira.

(26 de novembro de 2020) – O São Caetano oficializou nesta quinta-feira mais dois reforços. Esses são o zagueiro Polidoro e o meia Julio Santana, ambos com vínculo até o final do próximo Campeonato Paulista.

ZAGA REFORÇADA

Revelado na base do São Paulo, onde permaneceu durante oito anos, o novo defensor azulino também possui passagens por Atromitos (Grêcia), Portuguesa e Vilafranquense (Portugal), equipe que defendeu até o início do ano.

Agora de volta ao futebol paulista depois de passagem pela Europa, Polidoro falou sobre os planos que possui com a camisa do Pequeno Gigante.

“O clube acaba de ser campeão (Série A-2), subiu de divisão. A gente sabe que aqui já passaram grandes jogadores, então a expectativa é a melhor possível”, disse antes de completar com as suas principais qualidades. “Tenho bom passe e muita força física”, concluiu.

OPÇÃO PARA O MEIO DE CAMPO

Quem também chegou ao Anacleto Campanella é o meia Julio Santana. Com longa passagem pela base do Palmeiras e experiências em equipes como Recreativo de Huelva (Espanha) e Danubio(Uruguai), o jogador destacou qual é a sua expectativa ao vestir a camisa do São Caetano.

“Um clube de tradição e, por isso, estou feliz com essa oportunidade que me apareceu. O time está em uma competição (Campeonato Paulista) muito importante no próximo ano. Chego muito disposto para ajudar”, contou.

Já sobre a sua maneira de atuar, Santana ressaltou quais características que podem contribuir para o sucesso do São Caetano.

“Cadencio muito o jogo, sou um jogador que pensa bastante no meio de campo. Gosto de chutar no gol e contribuir na articulação das jogadas”, explicou o meio-campista.

Ficha técnica:

Polidoro

Nome completo: Antônio Polidoro Júnior

Posição: zagueiro

Data de nascimento: 12/9/1996

Natural de: Belo Horizonte (MG)

Principais clubes: São Paulo(base), Atromitos (Grêcia), Portuguesa e Vilafranquense (Portugal)

Julio Santana

Nome completo: Julio Cesar Santana de Souza

Posição: meia

Data de nascimento: 17/3/1993

Natural de: São Paulo

Principais clubes: Palmeiras(base), Recreativo de Huelva (Espanha) e Danubio(Uruguai)

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Fotos: Fabrício Cortinove

São Caetano perde para o São Luiz na Série D

 

(21 de novembro de 2020)- São Caetano e São Luiz se enfrentaram neste sábado, no Anacleto Campanella, pela penúltima rodada da primeira fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Ao fim do jogo o time visitante levou a melhor e venceu por 3 a 0.

Sem chance de avançar na competição, o Pequeno Gigante segue com seis pontos conquistados no Grupo A-8. Já a equipe visitante chegou aos 20 com a vitória neste fim de semana.

Os gols

O São Luiz abriu o placar aos 25 minutos do primeiro tempo. Quando Hugo Almeida cobrou pênalti no canto direito de Arthur.

Também de pênalti, o clube de Itajaí ampliou aos 35. Dessa vez em cobrança bem executada por Juba.

Por fim, o São Luiz definiu o placar aos 37 minutos. Depois de bela conclusão de Lagoa, que acertou o ângulo esquerdo do goleiro Arthur.

Sequência

O São Caetano encerra a sua participação na Série D do Campeonato Brasileiro no próximo sábado. Dia em que o Azulão enfrenta o Caxias, às 15h, no Estádio Centenário.

Ficha técnica:

Local: Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul;

Árbitro: Fábio Santos de Santana (AC);

Auxiliares: Leandro Matos Feitosa (SP) e Bruno Silva de Jesus (SP);

São Caetano: Arthur; Lucas Saturnino, Gustavo, Matheus Santos e Matheus Eduardo (Ruan); Anderson Braz, Douglas (Gian) e João Gurgel(Markson); Filipe Carvalho(Renan), William Amorim e Rafael Menezes(Emerson Lima)

Técnico: Fabinho Félix

São Luiz: Robalo; Itaqui, Silvio, Jadson e Gabriel Araújo; Jatai (Wagner), Paulinho Santos e Fernando (Tassio); Juba (Jhonatan), Lagoa(Everton) e Hugo Almeida(Piolho)

Técnico: Anderson

Gols: Hugo Almeida, aos 35’ do 1º(São Luiz), Juba, aos 35’ do 1º(São Luiz) e Matheus Lagoa, aos 37’ do 1º(São Luiz)

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Foto: Leonardo Lima

Em casa, São Caetano desafia São Luiz pela Série D

(20 de novembro de 2020)- O São Caetano volta a campo na Série D do Campeonato Brasileiro neste sábado (21). Dia em que o Azulão enfrenta o São Luiz, às 18h, no Anacleto Campanella, pela penúltima rodada da primeira fase.

Até agora, o time do ABC soma seis pontos no Grupo A-8, enquanto a equipe de Ijuí possui 17.

Pensando em melhorar a situação do Pequeno Gigante no campeonato, o técnico Fabinho Félix projetou os desafios que precisam ser superados para conquistar o resultado positivo no fim de semana.

“Um jogo difícil. Eles (São Luiz) estão brigando pela classificação e contam com um time experiente. Estamos bem atentos, pois será uma partida complicada e decidida nos detalhes”, disse antes de completar.

“Então trabalhamos para errar o menos possível e converter as oportunidades em gol”, explicou o treinador, que não possui desfalques por suspensão.

RETROSPECTO

O compromisso deste sábado será apenas o segundo entre as equipes por uma competição oficial. No encontro anterior, que aconteceu nesta própria edição da Série D, em Ijuí, o equilíbrio prevaleceu e o confronto terminou empatado(0 a 0).

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Foto: Fabrício Cortinove

Pela Série D do Brasileiro, São Caetano e Tubarão ficam no empate

(7 de novembro de 2020) – São Caetano e Tubarão se enfrentaram neste sábado, no Anacleto Campanella, pela 11ª rodada da primeira fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Ao fim do jogo o equilíbrio predominou e o confronto terminou empatado em 1 a 1.

Com esse resultado, o Azulão somou o seu sexto ponto pelo Grupo A-8. Mesma pontuação do time catarinense.

Os gols

O time do ABC abriu o placar aos 29 minutos do primeiro tempo. Após bela inversão de jogo de Matheus Eduardo para Felipe Carvalho, o atacante bateu rasteiro, a bola tocou na trave e entrou no gol. 1 a 0.

Já o empate dos visitantes ocorreu aos 42 minutos, também no primeiro tempo. Kassio Nathan aproveita cruzamento e finaliza de primeira para deixar tudo igual. 1 a 1.

Sequência

Na sequência da Série D do Campeonato Brasileiro, o São Caetano visita o Marcílio Dias. Em confronto que acontece no sábado (14), às 16h, no Gigantão, em Itajaí.

FICHA TÉCNICA

Local: Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul;

Árbitro: Augusto Domingos Borges Ortega;

Auxiliares: Rodrigo Meirelles Bernardo e Leonardo Tadeu Pedro;

São Caetano: Caio; Matheus Eduardo, Gustavo, Matheus Santos e Victor Luiz; Douglas (Markson), Gian e João Gurgel(Rafael Menezes); Felipe Carvalho(Marcus Vinicius), Gerônimo(Emerson Lima) e William Amorim

Técnico: Fabinho Félix

Tubarão: Rodrigo; Vinícius Kuerten, Vitor e Gutierrez; Carlos Eduardo (Ramires), Eduardo Meurer, Vico(Douglas), Kassio Nathan(Quadros) e Cassio(Anderson); Kendy e Gleydson

Técnico: Isaque Pereira

Gols: Felipe Carvalho, aos 29’ do 1º(São Caetano); Kassio Renan, aos 42’ do 1º(Tubarão)

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Foto: Leonardo Lima

Por recuperação na Série D, Azulão mira vitória em casa contra Tubarão

(6 de novembro de 2020) – O São Caetano volta a campo pela Série D do Campeonato Brasileiro neste sábado (7). Oportunidade em que reencontra o Tubarão, na partida que acontece no Anacleto Campanella, às 18h.

Com a mesma pontuação que o rival (5), o Pequeno Gigante mira a vitória para se recuperar dos últimos resultados tidos no Grupo A-8.

Diante desse pensamento, o técnico Fabinho Félix falou como encara o próximo compromisso pelo nacional.

“Independentemente das colocações, são dois times dispostos, dois times jovens que passaram por problemas na competição. Apesar dos resultados passados, a gente se comporta como quem quer ganhar o jogo. O Tubarão possui o nosso respeito absoluto, então nos preparamos bem e com cabeça boa. A expectativa é que a gente possa colocar o nosso ritmo para fazer um grande jogo”, explicou.

Já sobre as características do adversário, o treinador do São Caetano alertou para os cuidados que os seus comandados precisam ter no embate de amanhã.

“Uma equipe (Tubarão) muito jovem, que está amadurecendo. Time que possui os seus pontos fortes, suas qualidades. Então trabalhamos em cima disso”, contou o treinador do Azulão, que não poderá contar com o volante Anderson Braz(suspenso).

RETROSPECTO

O confronto deste sábado será o quarto entre as equipes por competições oficiais. Dentro desse retrospecto, o Tubarão leva a melhor com duas vitórias, enquanto o São Caetano venceu uma partida.

No último encontro entre as agremiações, pelo primeiro turno, o visitante  levou a melhor e venceu por 3 a 0 no seu estádio.

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Foto: Fabrício Cortinove