Após quase quatro anos de última decisão, Sandoval festeja redenção em cobranças de pênalti pelo Azulão

(13 de setembro de 2020) – Antes da partida contra o Monte Azul, o São Caetano havia disputado pela última vez uma decisão por pênaltis na Copa Paulista de 2016.

Porém, diferente do que ocorreu na última sexta-feira, o Azulão foi derrotado pela Ferroviária na ocasião. Naquela oportunidade, o capitão azulino, Sandoval, desperdiçou uma cobrança.

Quase quatro anos depois da eliminação sofrida em Araraquara, o zagueiro teve outra chance de cobrar um pênalti. Dessa vez, no entanto, o zagueiro converteu a sua cobrança e contribuiu pela classificação do Pequeno Gigante à semifinal da Série A-2.

“Significou muita coisa (converter o pênalti), pois você acumula experiência com o passar do tempo. Em 2016, na Copa Paulista, o goleiro defendeu o meu pênalti. Desde então treinei bastante e, por isso, eu sabia o que iria fazer. Me preparei para esse momento, então foi uma alegria muito grande”, contou o defensor.

Já sobre a classificação conquistada em cima do Monte Azul, Sandoval destacou a superação do elenco dirigido por Alexandre Gallo.

“Por isso que o futebol é apaixonante, como o professor sempre fala com a gente. Respeitamos a equipe deles, criamos chances. Não concluímos com o gol e a gente sabe que o jogo só termina quando juiz apita. Tomamos o gol no último minuto. Então observamos as nossas qualidades, pois sabíamos que tínhamos condições de vencer nos pênaltis. Conseguimos. Isso é o futebol”, analisou.

Sequência

Enquanto aguarda pela conclusão das quartas de final para saber quem irá enfrentar na próxima fase do Paulista, o Azulão agora volta as suas atenções para a Série D do Campeonato Brasileiro. Competição em que estreia no próximo sábado (19) contra o Caxias, às 18h, no Anacleto Campanella.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove