SÉRIE D

(11 de julho de 2020)- Em calendário divulgado na quinta-feira pela CBF, ficou definido que a Série D do Campeonato Brasileiro inicia no próximo dia 6 de setembro.

Já a sua conclusão está prevista para 7 de fevereiro de 2021.

O São Caetano adquiriu o direito de participar desta competição ao vencer a Copa Paulista em 2019.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

 

VOCÊ SABIA? COPA SÃO PAULO

(10 de julho de 2020)- O São Caetano realizou a sua melhor campanha na Copa São Paulo de 2015. Ano em que foi eliminado nas quartas de final pelo Corinthians, porém, antes disso, o time dirigido por Marcio Griggio já havia superado adversários de grande qualidade.

Na fase de grupos, por exemplo, terminou em primeiro lugar, deixando o Athletico Paranaense com a segunda colocação. Já nas etapas seguintes, eliminou as equipes da Inter de Limeira e Figueirense, respectivamente.

GOLEADORES

O atacante do São Caetano, Santiago, foi o artilheiro da competição ao lado de Isaac Prado (Botafogo-SP) e Gabriel Vasconcelos (Corinthians), com oito gols marcados. Além dele, nomes como Matheus Henrique (Grêmio) e Nonato (Internacional) também balançaram as redes dos rivais ao longo daquela disputa pelo Azulinho.

Foto: Alan Andrade Soares

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

 

CONSELHO TÉCNICO DA SÉRIE A-2

(9 de julho de 2020) – A Federação Paulista de Futebol realiza na próxima terça-feira (14), por meio de videoconferência, o conselho técnico da Série A-2. Oportunidade em que será discutido com os integrantes da divisão o retorno do campeonato e dos treinos.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Azulão conquistava vantagem na semifinal da Libertadores há 18 anos

(9 de julho de 2020) – Há 18 anos, Somália fazia a festa em cima da defesa e Adãozinho cobrava o mesmo pênalti duas vezes para o Azulão vencer o América (México), por 2 a 0, no jogo de ida da semifinal da Libertadores realizado no Anacleto Campanella.

Sob o comando de Jair Picerni, o São Caetano entrou em campo naquele dia nove de julho de 2002 com Silvio Luiz; Russo, Daniel, Dininho e Rubens Cardoso; Marcos Senna, Adãozinho, Aílton (Marlon) e Robert (Jean Carlos); Anaílson (Serginho) e Somália.

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Há 20 anos, Azulão se classificava para final da Série A-2

(8 de julho de 2020) – O Azulão confirmava, há exatos 20 anos, a sua classificação à final da Série A-2 do Campeonato Paulista. A vaga foi conquistada após nova vitória em cima do Juventus, mas dessa vez pelo placar de 4 a 1, em jogo realizado no Anacleto Campanella.

César, Zinho, Túlio Maravilha e Adhemar marcaram pelo São Caetano, enquanto Schwenck descontou para o Moleque Travesso.

Escalações

São Caetano: Sílvio Luiz; Japinha, Daniel, Dininho e César; Magrão, Claudecir, Leto (Adãozinho) e Esquerdinha; Zinho (Adhemar) e Túlio Maravilha (Romerito)

Técnico: Jair Picerni

Juventus: Willians; Leandro Silva(Reginaldo), Edmilson, Fabio e Anderson; Robson Nesse, Cuca, Ramos e Alex Alves(André); Marcos Denner(Éverton) e Schwenck

Técnico: Ernesto Paulo

*Colaborou Fábio Pereira

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

 

GOLEADAS DO AZULÃO

(7 de julho de 2020)- No dia mundial do chocolate, relembramos algumas goleadas aplicadas pelo Azulão ao longo dos seus 30 anos de existência. Confira:

São Caetano 7 x 1 Paraguaçuense
O placar mais elástico feito pelo Azulão em uma partida válida por competição oficial, aconteceu na Série A-2 do Campeonato Paulista de 2000. Quando o São Caetano não tomou conhecimento do Paraguaçuense, e venceu por 7 a 1. Gols de Zinho (3), César, Serginho e Túlio Maravilha (2).

São Caetano 6 x 0 Mogi Mirim
Campeão da Série A-2 do Paulista em 2007, o São Caetano literalmente atropelou o Mogi Mirim naquele campeonato ao vencer por 6 a 0, no Anacleto Campanella. Destaque para o golaço, de bicicleta, feito pelo atacante Carlão.

São Caetano 5 x 0 Internacional
Pelo Campeonato Brasileiro de 2003, o Azulão não deu chances ao Internacional (RS) e goleou o adversário por 5 a 0. Zé Carlos, Somália(2), Adhemar e Warley fizeram os nossos gols.

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

Há um ano, Azulão emplacava segunda vitória consecutiva na Copa Paulista

(6 de julho de 2020) – Há exatamente um ano o Azulão conseguia importante resultado em sua vitoriosa campanha na Copa Paulista, e derrotava o Água Santa, por 2 a 1, no Inamar.

A conquista dos três pontos, naquela oportunidade, ampliou o bom retrospecto do São Caetano em Diadema. Em cinco partidas realizadas na casa do Netuno, o Pequeno Gigante venceu três, empatou uma e perdeu outra.

Ficha técnica:

Local: Arena Inamar, em Diadema;

Árbitro: Rodrigo Pires de Oliveira;

Auxiliares: Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva e Osvaldo Apipe de Medeiros Filho;

São Caetano: Tom; Alex Reinaldo, Sandoval, Junior Alves e Bruno Recife; Esley(Max), Régis e Ferreira; Valdeir(Jean Dias), Jefferson Maranhão(Cerezo) e Gleyson

Técnico: Marcelo Vilar

Água Santa: Thomazella; Rhuan, Renato, João Paulo e Denis Neves; Johnnattan, Fabricio (Raphael Toledo) e Luan Dias; Uederson(Romarinho), Maikinho(Anselmo Tadeu) e Jobinho

Técnico: Fernando Marchiori

Gols: Gleyson, aos 24’ do 1º e 48’ do 1º(São Caetano); Jobinho, aos 4’ do 2º (Água Santa)

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

ADVERSÁRIOS: SÉRIE D

(4 de julho de 2000) – Mesmo ainda sem saber a data do seu início, o Azulão já conhece quais serão os seus adversários na primeira fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Esses serão os times do Caxias (RS), Joinville (SC), Marcílio Dias (SC), Grêmio Novorizontino, São Luiz (RS), Pelotas (RS) e Tubarão (SC).

O São Caetano assegurou a vaga nesta competição ao conquistar o título de campeão da Copa Paulista em 2019.

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

Foto: Fabrício Cortinove

Em amistoso, Azulão vencia o Timão no ano 2000

(3 de julho de 2000) – Após conquistar o título de campeão da Série A-2 em 2000, o São Caetano enfrentou a equipe do Corinthians em amistoso realizado no Anacleto Campanella. Apesar da qualidade do rival, o Azulão não tomou conhecimento e venceu por 3 a 1.

Túlio Maravilha, que se despediu do Pequeno Gigante naquele dia 27 de julho, marcou de letra. Zinho e Adhemar ampliaram o placar para o time azulino, enquanto Marcelinho Carioca fez o de honra pelo Timão.

SÃO CAETANO: Sílvio Luís (Luciano); Japinha (Nelsinho), Daniel, Dininho (Serginho) e Cesar (Adriano Luís); Magrão (Adãozinho), Claudecir (Solimar), Esquerdinha (De Moura) e Leto (Romerito); Túlio Maravilha (Alex Rossi) e Zinho (Adhemar).

Técnico: Jair Picerni

CORINTHIANS: Maurício (Yamada); Índio (Ângelo), Fábio Luciano (Batata), Adílson (Marcelo) e André Luiz (Pingo); Rodrigo Pontes, Márcio Costa (João Carlos), Ricardinho (Kléber) e Marcelinho Carioca (Andrezinho), Fernando Baiano e Luizão.

Técnico: Oswaldo Alvarez

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

PARABÉNS, LUIZ HENRIQUE!!

(2 de julho de 2020) – Atacante que infernizava a defesa dos adversários no Paulistão de 2007, Luiz Henrique faz aniversário nesta quinta-feira.

Apesar da breve passagem pelo Anacleto Campanella, o velocista foi um dos principais destaques do Azulão, que chegou à decisão do Estadual naquele ano. Tanto que se transferiu ao Palmeiras no fim da disputa.

Vice-artilheiro azulino no Paulistão, com cinco gols marcados, Luiz Henrique também se destacou ao deixar a sua marca em jogos importantes. Entre esses, estão os confrontos contra os times do São Paulo e Santos.

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove