GOLEADAS DO AZULÃO NA COPA PAULISTA

(30 de junho de 2020) – Há um ano o Azulão goleava o Grêmio Osasco, por 5 a 0, pela primeira fase da Copa Paulista. Pensando nisso, separamos outros placares elásticos neste campeonato, que o Pequeno Gigante é o atual campeão.

Passando desde goleada em que já contávamos com um time que seria campeão, até um verdadeiro passeio em clássico.

Grêmio Osasco 0 x 5 São Caetano

Ainda sem o comando de Marcelo Vilar, que estreou na rodada seguinte contra o Água Santa, o São Caetano não tomou conhecimento do Grêmio Osasco, mesmo atuando na casa do adversário. Goleada para afastar de vez a imagem apresentada na estreia diante do time Sub-23 da Ponte Preta, quando empatamos em 0 a 0 no Anacleto Campanella.

Ficha técnica:

Local: José Liberatti, em Osasco;

São Caetano: Tom; Alex Reinaldo, Sandoval, Junior Alves e Bruno Recife; Esley (Emerson Santos), Régis e Ferreira (Jean Dias); Valdeir (Marcus Vinicius), Jefferson Maranhão e Gleyson

Técnico: Dino Camargo

Grêmio Osasco: Matheus; Kaique, Caio Souza, Jonathan e Vel; João Vitor, Henrique(Lucas) e Leonardo; Rodrigo, Vinicius e Kaio

Técnico: Luis Carlos

Gols: Alex Reinaldo 49′ 1º, Régis 01′ 2º, Ferreira 12′ 2º, Emerson Santos 24′ 2º e Jean Dias 41′ 2º

São Caetano 5 x 1 Portuguesa Santista

Disposto em se recuperar do tropeço sofrido diante do Santos na partida anterior, o Azulão não tomou conhecimento do outro time praiano que estava em seu grupo: a Portuguesa Santista. Uma goleada para lavar a alma pela Copa Paulista de 2017.

Ficha técnica:

Local: Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul;

São Caetano: Paes; Alex Reinaldo, Sandoval, Eduardo Luiz e Bruno Recife; Esley, Régis, Ferreira (Daniel Bueno) e Daniel Costa (Paulo Vinicius); Carlão (Norton) e Ermínio

Técnico: Luiz Carlos Martins

Portuguesa Santista: Rogério; Vinícius Barba, Dema, Lucão e Alexandre Gaúcho; Carioca, Pedro Guimarães, Daniel (Vinicius) e Mario Newton (Kauê); Lucas Lino e Caique Gomes (Bruno Saccomani)

Técnico: Ricardinho

Gols: Ermínio, aos 13’ do 1º, Carlão, aos 27’ e 43’ do 1º(São Caetano); Daniel, aos 22’ do 2º(Portuguesa Santista), Daniel Bueno, aos 38’ e 41’ do 2º(São Caetano).

Santo André  0 x 4 São Caetano

Também em 2019, o Azulão não tomou conhecimento do Santo André e aplicou a maior goleada do clássico. Superando a vitória (3 a 0) que tivemos em cima deles no Paulistão de 2007. Foi um verdadeiro passeio!!

Ficha técnica:

Local: Estádio Municipal Francisco Marques Figueira, em Suzano;

Santo André: Luís Augusto; Magno, Ruan, Eliandro e Rafael Leme (Matheus Santiago); Alex Nagib (Emerson Silva), Vitor Vieira, Wesley Pereira e Jhonson; Victor Sapo e Vinícius Rodrigues (Will)

Técnico: José Carlos Palhavan

São Caetano:Tom; Alex Reinaldo, Junior Alves (Sandoval), Max e Marquinhos; Mazinho, Karl (Esley) e Clayton (Anderson Rosa); Jean Dias, Emerson Santos e Marlon

Técnico: Marcelo Vilar

Gols: Clayton, aos 10’ do 1º (São Caetano), Marlon, aos 17’ do 1º (São Caetano); Victor Vieira, aos 35’ do 1º (Santo André)

Flamengo 0 x 4 São Caetano  

O São Caetano não teve dificuldade para vencer o Flamengo, de Guarulhos, em sua casa, pela Copa Paulista de 2016. Já contando com vários nomes que seriam campeões da Série A-2 no ano seguinte, o técnico Luís Carlos Martins começava a estabelecer uma base para o time que devolveria o Azulão à elite.

Ficha técnica

Local: Estádio Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos;

Flamengo: Wagner; Valença (Victor Henrique), Serjão, Rafael Mateus e Pepe (Breno Cauai); Rafael Mancuso, Fran, Bruno Mandarino e Milton Júnior; Ruan (Kaique Eduardo) e Gabriel do Carmo.

Técnico: Wendel de Freitas

São Caetano: Paes; Léo Pereira, Sandoval (Willian Mineiro), Magrão e Thiago Pereira; Ferreira (Paulo Vinicius), Paulinho Santos, Norton e Raphael Toledo; Naôh e Ualisson Pikachu (Ermínio).

Técnico: Luís Carlos Martins

Gols: Sandoval 22 e Raphael Toledo 23 do 1º; Gabriel Magrão 09 e Ermínio (pênalti) 31 do 2º;

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove