NOSSOS ADVERSÁRIOS NA SÉRIE A-2

(18 de maio de 2020) – A Série A-2 do Campeonato Paulista foi paralisada faltando três rodadas para o fim da sua primeira fase. Nessas partidas, o São Caetano enfrentaria São Bernardo, Votuporanguense e Audax.

Pensando neles, relembramos alguns confrontos importantes que já tivemos contra essas equipes.

São Bernardo

São Caetano e São Bernardo se enfrentaram em diversas oportunidades nos últimos anos. Mas o confronto que nunca será esquecido, pelo torcedor do Azulão, aconteceu no Campeonato Paulista de 2011.

Na oportunidade o Pequeno Gigante aplicou uma das maiores goleadas da sua história e venceu o rival por 6 a 1. Destaque para a atuação do atacante Eduardo, autor de cinco gols naquele dia.

São Caetano 6 x 1 São Bernardo

Local: Anacleto Campanella

Gols: Eduardo 06, Eduardo 16, Eduardo 32 e Eduardo 43 do 1º; Amarildo 08(São Bernardo), Eduardo 20 e Antônio Flávio 22 do 2º

São Caetano: Luiz; Jean, Thiago Martinelli e Anderson Marques (Erandir); Artur (Diogo), Augusto Recife, Souza, Walter Minhoca e Bruno Recife; Eduardo (Leozinho) e Antônio Flávio

Técnico: Ademir Fonseca

São Bernardo: Marcelo Pitol; Régis, Leandro Camilo, Melika (Amarildo) e Reinaldo; Dirceu, William Favone, Romarinho (Lucas Gaúcho) e Moreno; Danielzinho e Elionar Bombinha (Guto)

Técnico: Estevam Soares            

Votuporanguense

Adversário do São Caetano na penúltima rodada, o Votuporanguense também esteve no caminho azulino na conquista da Série A-2 de 2017. Ainda pela primeira fase do campeonato o Azulão ganhou, de virada, desse rival, e assegurou na época um lugar no G-8.

São Caetano 2 x 1 Votuporanguense

Local: Anacleto Campanella

Gols: Paulo Josué, aos 20’ do 2º tempo (Votuporanguense); Lincom, aos 33’, e Ermínio, aos 42’ do 2º tempo (São Caetano)

São Caetano: Lucas Frigeri; Alex Reinaldo; Sandoval, Magrão e Lucas Pavone; Esley, Ferreira, Paulo Vinicius (Ermínio) e Francisco Alex (Norton); Elias (Carlão) e Lincom

Técnico: Luís Carlos Martins

Votuporanguense: Gatti; Douglas, Marcelo Godri, Marcão e Felipe Gregory; Xaves, Diogo Marzagão, Paulo Josué (Pikachu) e Nathan; Paulo Henrique (Kleber) e Jean Carlos (Thiago Miracena)

Técnico: Ito Roque

Audax

Em 2013, na Copa Paulista, o Azulão utilizava uma equipe B composta por nomes que não estavam atuando no time principal. Pois as atenções estavam voltadas para a disputa da segunda divisão do Brasileiro.

Mesmo assim, o Pequeno Gigante venceu o Audax. Adversário que contava na época com o técnico Fernando Diniz, hoje comandante do São Paulo.

São Caetano 2 x 0 Audax

Local: Anacleto Campanella

Gols: Caleb 17 do 1º; Fernando Alves 01 do 2º tempo

São Caetano: Álvaro; Rogério, Gabriel, Wagner e Renan; Mateus, Paulo Vinícius, Fernando Alves (Rodrigo) e Caleb; Carlos Bodini (Igor) e Paulo Henrique (Bruno Alves)

Técnico: Nenê Santana

Audax: Felipe Alves; Velicka, Thiago Martinelli, João Paulo e Marquinho; Francis, João Pedro (Caio Henrique), Luís Otávio (Denis) e Nadson. Diego e Helton (Marcus Vinícius)

Técnico: Fernando Diniz

Foto: Adriano Stofaleti

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove